Pesquisar este blog

Carregando...

segunda-feira, 25 de julho de 2016

EM BREVE NO BRASIL - RENAULT KOLEOS

TEXTO: GUSTAVO DO CARMO | FOTOS: DIVULGAÇÃO


Um Renault na seção Em Breve no Brasil? É um milagre. Desde 2013, quando eu falei do Captur (que até agora não chegou e virá diferente), um modelo da marca francesa do losango não era pauta da seção para falar de carros que poderão chegar ao nosso mercado.

A expectativa agora é pelo crossover médio-grande Koleos, que está sendo esperado para novembro, com apresentação no Salão do Automóvel de São Paulo. Se vier, o Koleos vai quebrar outro tabu: o de ser o primeiro Renault autêntico vendido no Brasil desde a importação da Grand Scénic e do Mégane Cabriolet em 2008. Vale lembrar que os demais modelos lançados desde então são da romena Dacia (Logan, Sandero, Duster) ou projeto da sul-coreana Samsung (o Fluence). Clio, Kangoo e Master são projetos antigos.

domingo, 24 de julho de 2016

LANÇAMENTO - KIA SPORTAGE 2017

TEXTO: GUSTAVO DO CARMO | FOTOS: DIVULGAÇÃO
DADOS DE TESTE: REVISTA CARRO


O Kia Sportage, que nasceu com aparência de jipe da Suzuki, cansou de ser um estiloso coreano e agora quer ser um Porsche. Tanto que adotou o estilo frontal muito parecido com o Macan, o novo SUV da marca alemã: faróis em formato de bumerangue no capô vincado e, pela primeira vez, separado da grade (dentada, característica da Kia) no para-choque. A marca registrada da quarta geração do Sportage é o par "quatro de dado" das luzes de LED de neblina no para-choque (somente para a versão mais completa). 

HISTÓRIA EM FOTOS - KIA SPORTAGE


O Kia Sportage foi lançado em 1993 e, como você nas fotos, tinha aparência de jipe, muito parecido até com o Suzuki Vitara. Chegou ao Brasil dois anos depois e posteriormente ganhou a versão Grand Sportage, mais familiar e de sete lugares. A partir da segunda geração virou um utilitário esportivo e passou a compartilhar a plataforma com o Hyundai Tucson, que fez mais sucesso que ele. A terceira assumiu um formato crossover, enquanto o primo Hyundai ix35 está mais para um SUV. E esta nova quer ser um Porsche, por adotar o mesmo formato dos faróis do Macan e do Cayenne. Seu primo Tucson deve chegar ao país no final do ano.  

quarta-feira, 20 de julho de 2016

LANÇAMENTO - TOYOTA PRIUS

TEXTO: GUSTAVO DO CARMO | FOTOS: DIVULGAÇÃO
DADOS DE TESTE: REVISTAS QUATRO RODAS E CARRO (NÍVEL DE RUÍDO)


A quarta geração do Toyota Prius é apenas a segunda do sedã híbrido a desembarcar no Brasil, onde já está à venda por R$ 119.950. Sedã? Sim, é um dos gêneros do novo Prius, que também pode ser um fastback ou um carro do futuro.

HISTÓRIA EM FOTOS - TOYOTA PRIUS

TEXTO: GUSTAVO DO CARMO | FOTOS: DIVULGAÇÃO

O Toyota Prius foi lançado no Japão em 1997 e foi o primeiro carro híbrido produzido em larga escala no mundo. Sua pré-estreia foi em 1995, como conceito. Somente no ano 2000 passou a ser vendido em diversos países do mundo, excluindo o Brasil, que só conheceu oficialmente o modelo em 2013, na terceira geração. Desde então, evoluiu em estilo, baterias, desempenho e equipamentos. As duas primeiras gerações tinham motor a combustão 1.5, substituído pelo 1.8 a partir da terceira. 

quinta-feira, 14 de julho de 2016

HISTÓRIA - VOLKSWAGEN VOYAGE 35 ANOS

TEXTO: GUSTAVO DO CARMO | FOTOS: DIVULGAÇÃO

Este ano, o Gol ganhou um discretísimo face-lift, cuja mudança mais visível foi o novo painel interno. A mudança também chegou ao sedã Voyage, renascido em 2008 com a reestilização do Gol, e pode ser entendida como um presente pelos 35 anos do sedã. 


O Voyage foi lançado em 1981, nas versões de acabamento S e LS. Era o segundo modelo da nova família de compactos BX da VW. O primeiro foi o Gol, nascido no ano anterior. A perua Parati e a picape Saveiro viriam em 1982. Como no Fiat Siena em relação ao Palio, a montadora alemã também caprichou mais no sedã. Suas luzes de direção ladeavam os faróis e o motor era o 1.5 refrigerado a água do Passat. O câmbio tinha quatro marchas. No hatch elas ficavam no para-choque, deixando os faróis menores, e o propulsor era o mesmo 1.3 a ar do Fusca. O Gol esperou quatro anos para receber a novidade.

terça-feira, 12 de julho de 2016

LEMBRA DE MIM? - FORD VERSAILLES (1991-1996)


TEXTO: GUSTAVO DO CARMO | FOTOS: DIVULGAÇÃO E REVISTA QUATRO RODAS (MARCO DE BARI - IN MEMORIAN - E CLÁUDIO LARANGEIRA)


Em 2016, o Ford Del Rey completou 35 anos de lançamento. Não chegou a ser um campeão de vendas, mas encantou o mercado com o seu conforto, o seu vistoso relógio digital e por ter popularizado os vidros elétricos. Dez anos depois, ele precisou ser substituído.

Na sua história, publicada aqui no Guscar, em junho, já foi dito que ele deu lugar a um clone do recém-reestilizado Santana, da Volkswagen (as duas integravam a Autolatina, criada em 1987), e não a um autêntico Ford. Era a contrapartida pelo médio Ford Verona ter gerado um gêmeo para a VW, o Apollo. E assim nasceu o Versailles, que estaria completando 25 anos se ainda fosse fabricado (provavelmente teria outra geração e plataforma) e 20 anos de fim de produção.

sexta-feira, 8 de julho de 2016

COMPARATIVO - HATCHES MÉDIOS (FORD FOCUS x HYUNDAI I30 x VW GOLF)

TEXTO: GUSTAVO DO CARMO | FOTOS: DIVULGAÇÃO


Estava em dívida com a Hyundai. Ainda não tinha falado do face-lift do i30. Estava em dívida com o Focus. Ainda não tinha promovido um comparativo do hatch depois do face-lift no ano passado, embora o Mário já tenha falado dele aqui no Guscar. Estava em dívida com o Golf. Ainda não tinha falado da versão nacionalizada do modelo.

Chega de tanto mea culpa. Decidi reunir os três, que são os únicos hatches médios em sintonia com o exterior. A Peugeot preferiu fazer uma gambiarra no 308 em vez de lançar a nova geração, a Fiat prefere deixar o Bravo agonizando em vez de trazer logo o novo Tipo e o Cruze Sport6 aguarda a nova geração na virada do ano.

A ideia inicial era fazer apenas um frente-a-frente entre o Golf Comfortline e o Focus SE, ambos 1.6. Mas como há a possibilidade do Volks trocar esta cilindrada pelo mesmo 1.0 TSI do Up! mudei de pauta e decidi comparar o 1.4 TSI Highline com o 2.0 Direct Flex Titanium do Ford, fazendo uma correção em relação a um comparativo de 2013, no qual o Focus 1.6 foi humilhado pelo Golf 1.4. Como a faixa de preço é próxima, "chamei" também o Hyundai i30 na versão Série Limitada, todos com câmbio automático. Será um comparativo bem equilibrado.

sábado, 2 de julho de 2016

LANÇAMENTO - CHEVROLET CRUZE 2017

TEXTO: GUSTAVO DO CARMO | FOTOS: DIVULGAÇÃO
DADOS DE TESTE: REVISTA QUATRO RODAS


É com estilo e tecnologia que o novo Chevrolet Cruze vai buscar a liderança de vendas no segmento de sedãs médios, que está nas mãos de Honda e Toyota há cerca de uma década. A nova geração, agora fabricada na Argentina, já está à venda no Brasil com motor turbo 1.4 e em duas versões: LT e LTZ.