Definition List

terça-feira, 19 de agosto de 2014

LANÇAMENTO - VOLKSWAGEN FOX

TEXTO: GUSTAVO DO CARMO | FOTOS: DIVULGAÇÃO 


Bomba! Bomba! Inveja dentro da Volkswagen. O compacto Fox quis imitar o Golf e agora tem, na linha 2015, frente, traseira e interior igual ao do luxuoso hatch médio importado e equipamentos mais tecnológicos. 

sábado, 16 de agosto de 2014

LANÇAMENTO - MERCEDES CLASSE C 2015

TEXTO: GUSTAVO DO CARMO | FOTOS: DIVULGAÇÃO


A produção da quarta geração do Classe C na nova fábrica de Iracemópolis (interior paulista) só começa em 2016, mas o modelo já está à venda no país, importado da Alemanha.

O ex-sedã compacto da Mercedes chegou em quatro versões, com duas opções de motor e três de potência. São elas: as C180 Avantgarde e Exclusive, a C200 Avantgarde e a C250 Sport. A C180 tem o motor 1.6 turbo e injeção direta de 156 cavalos, o mesmo do hatch Classe A e do sedã CLA, que permite uma aceleração até 100 km/h em 8,5 segundos. Da C200 é o 2.0, também com turbo e injeção direta, de 184 cavalos, que acelera em 7,3 segundos. Na C250 este mesmo propulsor rende 211 cavalos e aceleração em 6,6 segundos. Todos usam a transmissão automática de sete marchas (7G-TRONIC Plus).

quarta-feira, 13 de agosto de 2014

COMPARATIVO - KIA CERATO 1.6 x TOYOTA COROLLA GLi 1.8

TEXTO: GUSTAVO DO CARMO | FOTOS: DIVULGAÇÃO
DADOS DE TESTE: REVISTAS CARRO E QUATRO RODAS (ESPAÇO INTERNO)


Em oito anos de carreira no Brasil, o Kia Cerato quase amadureceu. De um sedã com design sem sal na primeira geração, ainda era um médio-compacto quando chegou à sua segunda carroceria, com um estilo bem atraente, criado pelo alemão Peter Schreyer. Apesar dos cantos vivos, foi responsável por revolucionar a identidade da marca sul-coreana.

Nesta terceira edição, lançada aqui no ano passado, o Cerato cresceu e agora pode ser classificado como um sedã médio. Ganhou curvas nas linhas, faróis, lanternas e painel interno, além de uma grade mais imponente. Mas o que impediu o amadurecimento completo foi o motor.

Manteve o mesmo 1.6 Flex usado no estranho compacto Soul e também no Hyundai HB20, que rende no máximo 128 cavalos. Por isso, a ambição de ter um desempenho melhor ou igual que o Toyota Corolla, Honda Civic e companhia ficou comprometida.

O Cerato tinha tudo para fazer frente aos sedãs médios na faixa de 4,60m de comprimento (o Cerato tem 4,56m), mas com este motor não dá para enfrentar os rivais 2.0 ou 1.6 turbo (como é o caso do Citroën C4). Só vendeu 268 unidades em junho, segundo a Fenabrave. 

Como ninguém vai preterir o Cerato por um chinês da JAC (o J5), o Fiat Linea está muito velho e o Honda City ganhará nova geração em breve, decidi realizar o sonho da Kia e compará-lo com o Corolla. Mas o oponente estará na versão básica, a GLi, com motor 1.8.

domingo, 10 de agosto de 2014

HISTÓRIA - FIAT UNO: 30 ANOS NO BRASIL

TEXTO:  GUSTAVO DO CARMO | FOTOS: DIVULGAÇÃO


O carro que impulsionou as vendas da Fiat no mercado brasileiro está completando 30 anos. Tudo começou em 1983, quando a marca italiana, então com apenas sete anos de presença em nosso país, vendia o hatch Spazio, um 147 repaginado com frente e interior renovados, além dos seus derivados: a perua Panorama, o sedã Oggi, o furgão Fiorino e a picape City. A participação dos italianos estabelecidos em Betim no mercado era muito tímida. O câmbio impreciso, o motor fraco e até o estilo afastavam os potenciais consumidores.

No mesmo ano, a Fiat lançava na Itália um compacto de duas ou quatro portas, linhas retas e truncadas e com um corte quase vertical da traseira que fazia lembrar uma mini-perua, mas ao mesmo tempo era um hatchback. Este carro de estilo ousado foi batizado com um nome único e dinâmico: Uno. A filial brasileira viu nele uma oportunidade de crescer no mercado brasileiro e apostou no seu lançamento por aqui.

terça-feira, 5 de agosto de 2014

EM BREVE NO BRASIL - FIAT VIAGGIO

TEXTO: GUSTAVO DO CARMO | FOTOS: DIVULGAÇÃO 


Jornal e programa de TV que são porta-vozes da Fiat, o Vrum, do Estado de Minas, já noticiou. Só falta o anúncio oficial dos italianos de que o sedã médio Viaggio será montado na nova fábrica da empresa em Goiana, interior de Pernambuco, a partir do ano que vem, só iniciando as vendas talvez em 2016. A unidade vai produzir também o Jeep Renegade e futuramente o sucessor do hatch Alfa Romeo Giulietta, dono da plataforma do Viaggio. 

Será uma montagem mesmo, no esquema chamado CKD (Complety Knock Down), com peças totalmente importadas da China, onde o Viaggio foi lançado em 2012. Pelo menos até aprimorar a produção. 

quinta-feira, 31 de julho de 2014

LANÇAMENTO INTERNACIONAL - SMART FORTWO E FORFOUR 2015

TEXTO: GUSTAVO DO CARMO | FOTOS: DIVULGAÇÃO


Além de modernizar totalmente o seu microcarro de dois lugares, o ForTwo, a Smart, do grupo Daimler (Mercedes-Benz), tratou de ampliar a sua linha e relançar o ForFour, de quatro lugares e quatro portas. Os dois foram revelados juntos e serão apresentados publicamente no próximo Salão de Paris, em outubro.

sexta-feira, 25 de julho de 2014

HISTÓRIA - VOLKSWAGEN PASSAT: 40 ANOS NO BRASIL


TEXTO: GUSTAVO DO CARMO | FOTOS: DIVULGAÇÃO E INTERNET
FONTE DE CONSULTA: BESTCARS WEBSITE E ACERVO QUATRO RODAS


O Passat tem o nome de um vento equatorial mas o batismo não foi claramente uma homenagem póstuma à forma de refrigeração (a ar) do motor que marcou os carros da Volkswagen. Até porque o primeiro Volks com motor arrefecido a água na Europa foi o K70, um sedã médio da extinta NSU que ganhou emblema VW quando foi adquirida pela conterrânea.

NSU/VW K70

Por sua vez, o Passat foi projetado sobre a plataforma da primeira geração do Audi 80 (1972). Esta marca também foi adquirida pela fabricante do carro do povo. Para se diferenciar da sua matriz luxuosa, que era três volumes, o Passat foi simplificado com a carroceria fastback, de duas ou quatro portas laterais. O restante era igual ao 80, como a ampla área envidraçada, a grade padronizada preta com um (redondo ou oval) ou dois pares (redondos) de faróis e lanternas traseiras horizontais abaixo da tampa do porta-malas. Ambos foram desenhados pelo designer Giorgetto Giugiaro.

Audi 80 - A base do Passat

O médio completou os seus 40 anos no ano passado na Europa. Em 2014, é a vez do Brasil comemorar a data.