RETROSPECTIVA 2020 - EM BREVE NO BRASIL - TOYOTA COROLLA CROSS

 


A atual geração do Toyota Corolla foi lançada, no Japão e na Europa, nas carrocerias sedã, hatch e perua. Por causa da baixa aceitação das duas últimas, aqui no Brasil só chegou o três volumes. Mas, no ano que vem, o nosso Corolla vai ganhar, enfim, o seu primeiro derivado: o SUV Corolla Cross, lançado inicialmente na Tailândia, onde também só havia o sedã até então. 



Com estilo lateral quadrado como o RAV4, diferenciando-se apenas pelos faróis mais espichados, grade e vincos laterais mais pronunciados e lanternas traseiras mais arredondadas na tampa do porta-malas, o Corolla na carroceria da moda será fabricado em Sorocaba, interior de São Paulo, em 2021 para se tornar o tão sonhado concorrente da Toyota contra o Jeep Compass, na faixa de R$ 120 a 200 mil. O RAV4, vendido aqui somente com motorização híbrida, é muito caro (custa de R$ 218 a 240 mil).


Usando a mesma plataforma modular TNGA (GA-C), o Corolla Cross tem porte semelhante ao do rival da marca norte-americana controlada pela Fiat. Mede 4,46m de comprimento, 1,83m de largura, 1,62m de altura e 2,64m de distância entre-eixos. O Compass tem 4,41m, 1,82m, 1,64m e 2,64m. O RAV4 mede 4,60m, 1,86m, 1,69m e 2,69m. Apesar da mesma plataforma, o Cross é menor que o Corolla sedã, que tem porte mais parecido com o modelo mais luxuoso e mede 4,63m, 1,78m, 1,46m e 2,70m de entre-eixos. Só na altura que o novo utilitário é maior.



Portanto, o Corolla Cross tem mais espaço para a cabeça. Seu interior também é formado por painel com material macio, a mesma tela multimídia flutuante de "tubo" do sedã e quadro de instrumentos parcialmente eletrônico. O porta-malas é de 440 litros com estepe no tamanho normal e 487 litros se o comprador optar pelo kit de reparo dos pneus.


Na lista de equipamentos, além de ar condicionado digital dual zone, com saída para o banco traseiro, e do sistema de multimídia de 9 polegadas, o utilitário médio-compacto tem sete airbags de série e opcionais como controle de cruzeiro adaptativo, alerta de tráfego cruzado, farol alto com ajuste automático e monitoramento de pontos cegos, entre outros.



No mercado tailandês, o Corolla Cross tem o motor 1.8 Dual VVTi, já conhecido da geração anterior do nosso sedã, podendo ser somente a gasolina e híbrido. Na primeira opção, em versão única, tem 140 cavalos. Já no Hybrid, disponível em três versões de equipamento, o mesmo é associado a um motor elétrico de 72 cavalos e rende apenas 98 cavalos, mas a potência combinada é de apenas 122 cavalos. Aqui no Brasil, o utilitário deverá ter o motor flex do Corolla Hybrid e também o motor 2.0 Dynamic Force Dual VVTi, também bicombustível. O câmbio automático será CVT, com uma marcha nas versões híbridas e sete na versão a gasolina. Por enquanto, não haverá opção de tração integral, sendo apenas traseira. 


As versões por lá são chamadas de 1.8 Sport, Hybrid Smart, Premium e Premium Safety, com oferta dos pacotes visuais Urban Sport e Adventure. Por aqui, devem prevalecer as mesmas versões do sedã. Segundo o site Car.Blog.Br, que fez um cálculo de proporção com base nos preços do Corolla três volumes na Tailândia e aqui, o Cross deve custar entre R$ 136 e 158 mil no nosso país. 

O novo Toyota Corolla Cross é bem-vindo para o Brasil por ser um modelo mais barato que o RAV4 para brigar na mesma faixa de preço que o Jeep Compass e o Ford Bronco Sport, também prometido para cá, mas vale lembrar que o SUV nipo-tailandês foi projetado para países emergentes. Em mercados ricos como o europeu e o norte-americano esse papel já é cumprido, com sucesso, pelo próprio RAV4. 

TEXTO: GUSTAVO DO CARMO | FOTOS: DIVULGAÇÃO
Matéria originalmente publicada em 16 de julho de 2020
Preços não atualizados



Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem