RETROSPECTIVA 2020 - COMPARATIVO - HONDA ACCORD TOURING x TOYOTA CAMRY XLE

 


Bem populares nos Estados Unidos, onde são os carros de passeio mais vendidos, Honda Accord e Toyota Camry não desfrutam do mesmo prestígio por aqui. Em 2020, até março, o irmão maior do Civic só vendeu 16 unidades, mas nenhuma no mês passado. Já o modelo acima do Corolla só emplacou 9 unidades neste ano, apenas uma no terceiro mês do ano.

E a culpa não é só do comuna, digo, coronavírus, que fechou concessionárias no mundo todo já em março. Mas também do preço (custam acima de R$ 200 mil) e da preferência pelos utilitários esportivos, que vendem bem mais que estes dois sedãs médio-grandes que serão comparados aqui agora.

Sobre os demais concorrentes, ou melhor, o Passat, que tem mais saída (84 unidades em 2020, 17 em março), eu avaliei colocá-lo neste comparativo. Fiz até uma prévia com os dados, mas ele ficou atrás dos japoneses e ficaria em segundo plano. Portanto, deixei-o de fora. Já o Fusion deixou de ser importado, justamente porque a Ford passou a priorizar os utilitários esportivos, não só no Brasil, como também no mundo.

Mesmo com o desempenho muito fraco no mercado, eu vejo virtudes para comparar estes dois rivais, nas versões únicas Touring (Accord) e XLE (Camry), que, além da tradição (ambos já estão com no mínimo seis gerações vendidas por aqui), oferecem estilo, conforto e muita tecnologia (pelo menos, por parte do Accord).


Estilo e Acabamento



Como acontece no duelo Civic x Corolla, a rivalidade Accord x Camry também é bem distinta esteticamente, com o modelo da Honda sendo o mais moderno pelo seu estilo "cupê de quatro portas" e o da Toyota, mais "tiozão". A diferença é que a atual geração do Civic inspirou o estilo do atual Accord, enquanto foi o novo Corolla que se derivou do atual Camry.

No acabamento, os dois oferecem revestimento macio nas portas e no painel, além de imitação de madeira. A montagem de ambos também não apresenta falhas e, portanto, fica declarado o empate no acabamento.

Accord 1x0


Espaço interno e Porta-malas



Embora o Camry seja o mais confortável para quem vai no banco de trás, por oferecer comando digital do ar condicionado no descansa-braço, entrada USB, cortina elétrica no vidro traseiro e regulagem elétrica do encosto, o Accord é mais espaçoso, com uma distância de 30 cm para o banco da frente, segundo a revista Carro, contra 26 cm do Toyota, que é 1 cm mais alto (91 contra 90 cm do assento ao teto), mas perde na soma com o espaço para os joelhos. O Camry, entretanto, tem o porta-malas maior: 593 litros contra 574 do Accord.

Accord 2x1 Camry


Motor e Câmbio



À primeira vista, comparar um motor quatro cilindros 2.0 (do Accord) com um V6 (do Camry) parece covardia. Ainda mais porque a potência do Toyota é de 310 cavalos, contra 256 cv do Honda, que teve a desvantagem atenuada pelo turbo, o que já é um indício de mais modernidade, tanto que o torque dos dois carros é idêntico: 37,7 kgfm, mas o Accord alcança mais cedo (1.500 a 4.000 rpm contra 4.700 rpm). Já a caixa de câmbio do Accord é bem mais moderna, com 10 marchas, contra oito do Camry.

Accord 3x2 Camry


Desempenho e Consumo


Os 310 cavalos deram uma falsa vantagem para o Toyota Camry, pois na aceleração de 0 a 100 km/h da revista Carro ele ficou atrás, demorando 7,21 segundos, enquanto o Honda Accord levou apenas 6,50 segundos. Na retomada entre 80 e 120 km/h, contudo, houve um empate técnico, em que o Accord é um pouco mais rápido (4,67 contra 4,78 segundos).

Além do downsizing do motor 2.0 turbo, o consumo é outro reflexo da maior modernidade do motor do Accord, que é mais econômico, sobretudo na estrada (14,8 km/litro de gasolina contra 12,9 km/l). Na cidade, a vantagem é de apenas dois décimos ou duzentos metros (8,7 contra 8,5 km/l).

Accord 5x2



Frenagem e Ruído

Apesar da vantagem em equipamentos de segurança para o Accord, o Camry freia melhor a 80 km/h: 24,69 contra 25,02 metros. Mas a 120 km/h há um empate técnico, com ligeira diferença a favor do Honda: 56,72 a 56,87. Já no ruído, a vitória vai para o Accord, com 57,8 decibéis a 80 km/h contra 58,7 decibéis. Os números também são da revista Carro. 

Accord 6x3 Camry


Preço, Equipamentos e Assistência



Mesmo sendo pouco mais de 41 mil reais mais barato (R$ 204.900 contra R$ 245.990), o Accord Touring oferece mais equipamentos, principalmente de segurança e autonomia, como piloto automático adaptativo, assistente de permanência em faixa, sistema de frenagem para mitigação de colisão e alerta de colisão frontal com sensibilidade ajustável. Além disso ele também tem câmera no retrovisor que substitui o alerta de ponto cego, monitoramento de pressão dos pneus, bancos dianteiros ventilados e sistema multimídia compatível com Android e Apple.

Mas o Camry XLE não é um carro pouco equipado. O que faltou em recursos de autonomia, sobrou em conforto para o passageiro do banco de trás: encosto com ajuste elétrico, cortina elétrica no vidro traseiro e controle do ar condicionado digital e do som, todos operados no apoio de braço central. Ele também vem com regulagem elétrica do volante, que se retrai quando a porta aberta. Estes itens o Accord não tem, mas neste o banco se ajusta automaticamente. O Toyota também tem banco do motorista elétrico, chave presencial, sete airbags, controles de estabilidade e tração, assistente de partida em rampas, computador de bordo com tela TFT de 8 polegadas, central multimídia com tela de oito polegadas, câmera de ré, freio de estacionamento com acionamento eletrônico (EPB), faróis em full-LED, ISOFIX com ancoragem de dois pontos nos bancos traseiros para fixação de cadeira infantil, limpador de para-brisa intermitente com sensor de chuva e aviso sonoro para faróis aceso e sensores de estacionamento dianteiros e traseiros. Na assistência, a Honda tem três concessionárias a mais que a Toyota (219 contra 216). 



Conclusão 

No duelo entre os dois sedãs grandes japoneses populares nos Estados Unidos, o Honda Accord Touring mostrou-se bem superior, derrotando o rival por 9 a 3. Foi o melhor no estilo, espaço interno, câmbio, desempenho, consumo, ruído, preço, equipamentos e assistência. Já o Toyota Camry arrancou pontos no motor, no porta-malas e na frenagem. Houve só um empate no acabamento. Apesar da goleada, é um carro bem confortável e só não levou ponto neste item porque eu considero o nível de ruído. Ficou nítido que o Camry é um carro para o passageiro e o Accord um carro para o motorista.

Honda Civic Touring 9x3 Toyota Camry XLE 


TEXTO: GUSTAVO DO CARMO | FOTOS: DIVULGAÇÃO
DADOS DE TESTE: REVISTA CARRO
Publicado em 24 de abril de 2020
Preços não atualizados

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem