sexta-feira, 1 de julho de 2011

COMPARATIVO - MITSUBISHI ASX x CHEVROLET CAPTIVA

Texto: Gustavo do Carmo
Fotos: Divulgação

No início de junho foi divulgado que o crossover Mitsubishi ASX, lançado no final do ano passado, superou as vendas do Chevrolet Captiva. De acordo com a Fenabrave (Federação Nacional de Distribuição de Veículos Automotores), foram emplacadas 1.043 unidades contra 1.029 do utilitário fabricado no México. E já existe até fila de espera de 35 dias para comprar este utilitário importado do Japão, que deve ser nacionalizado no ano que vem.

O Guscar ainda não é um formador de opinião, mas, de alguma forma, deve ter colaborado para esse sucesso. A análise publicada em março registrou mais de 2.800 visitas desde então e também aparece entre as cinco postagens mais vistas no ranking das últimas duas horas, do dia, da semana e do mês.

Aproveitando este fato, decidi fazer um frente-a-frente entre o Mitsubishi ASX 2.0 e o Chevrolet Captiva 2.4 Ecotec, ambos com câmbio automático.

O ASX é melhor equipado com tração 4x4. No entanto, haverá uma disparidade com o Captiva 2.4, que não tem a tração integral, exclusiva do V6 como opcional. Assim, preferi equilibrar o comparativo pelos equipamentos e não pela força motriz das rodas.


Estilo e Acabamento

Ambos são modernos, despertam olhares quando passam ou são vistos estacionados. Apesar de mais antigo (surgiu na Coreia do Sul em 2006 e chegou ao Brasil em 2008), o Captiva, importado do México, tem um desenho mais original, principalmente nas lanternas traseiras. O ASX é mais reto e peca pela falta de criatividade: a frente zangada, de enorme grade em trapézio, é chupada dos outros carros da Mitsubishi, como o Outlander, e a traseira foi inspirada nos carros da Audi. A frente do Chevrolet também segue a identidade da marca, mas tem mais personalidade em relação aos irmãos, principalmente nos faróis. Curiosamente, o Captiva vendido na Europa se inspirou no ASX, mas este visual não deverá chegar ao Brasil.

Ambos têm interior bem cuidado. O Captiva agora vem com estofados escuros, tirando o creme do catálogo. Só o Chevrolet tem bancos em couro de série. O ASX só na versão 4x4. Mesmo assim, seu painel aparenta melhor capricho nos encaixes.

1x1


Espaço interno e porta-malas

O Captiva tem mais espaço para as pernas e cabeça na frente e atrás. Mérito não só para as dimensões maiores do utilitário da Chevrolet: 4,57m contra 4,29m de comprimento, 2,70 contra 2,67m de entre-eixos, 1,70m contra 1,62m de altura e 1,85m contra 1,77m de largura, mas também pela boa distribuição de espaço no habitáculo.

O Captiva também leva vantagem no porta-malas, que oferece 821 litros contra apenas 416 litros do ASX.

Captiva 3 x 1


Motor, câmbio, desempenho e consumo

Para a linha 2011, o Captiva ganhou novidades no motor e no câmbio, além dos equipamentos. O propulsor 2.4 de quatro válvulas por cilindro ECOTEC ganhou injeção direta de combustível e mais 14 cavalos, pulando para 185 cv. O torque também aumentou 1,6 kgfm, passando a 23,8 kgfm a 4.900 rotações por minuto. O 2.0 MIVEC 16 válvulas do ASX, com comando variável destas, rende 160 cavalos a 6.000 rpm e torque de 20,1 a 4.200 rpm.

O Mitsubishi dá o troco por oferecer o câmbio automático continuamente variável (CVT), com seis marchas virtuais e possibilidade de comando manual no volante. O Chevrolet também tem transmissão automática de seis velocidades com opção de mudanças manuais, mas é a convencional, que na linha 2011 ganhou sistema de seleção ativa (Active Select) e substitui a antiga caixa de quatro marchas.

No desempenho e consumo, novo domínio do Captiva. Segundo a General Motors, o mexicano acelera de 0 a 100 km/h em 10,9 segundos e alcança 210 km/h. O ASX 4x4 faz os mesmos números em 11,9 e 188 km/h. Sua tração integral é eletrônica e pode ser selecionada, através de um botão giratório no painel, para ficar apenas na dianteira (2WD), distribuir a força automaticamente para o eixo traseiro (4WD) ou deixá-la nas quatro rodas durante todo o tempo (Lock).

No consumo de combustível, dados da importadora indicam que, na cidade, a média fica em 9,3 km/l, enquanto na estrada fica em 13,6 km/l. De acordo com as medições da Mistubishi, o ASX atingiu 9 km/l na cidade e 12,4 km/l na estrada.

Captiva 6 x 2


Segurança e conforto

Dois itens em que o Mitsubishi ASX ensaia uma reação. Com a tração 4x4 ele traz de série sete airbags (dois frontais, dois laterais, dois de cortina e um de joelho para o motorista), alarme, imobilizador, freios ABS com EBD, sensores de chuva e estacionamento, controle de estabilidade e auxílio de partida em ladeira. O 4x2 vem sem os quatro últimos itens e apenas as bolsas frontais. O Captiva tem quase os mesmos itens, mas faltam o airbag para o joelho, o EBD, os sensores e o auxílio em aclive. Em compensação, tem controle de tração, entrada ISOFIX para cadeirinhas infantis e o monitoramento da pressão dos pneus. Ambos têm cinto de segurança de três pontos no banco traseiro, mas o Chevrolet não tem o terceiro apoio para a cabeça.

É na frenagem que o ASX mais se destaca. Andando a 120 km/h, ele leva 61,3 metros para parar quando se pisa no pedal. A 100 km/h, a distância é de 41,7 metros. A 80 km/h, 26,8 m. No Captiva, os números são, na mesma sequência, de 65,1, 42,9 e 27,7 m. Os dados são da revista Carro.

No conforto, segundo a mesma publicação, além de ficar mais firme nas curvas, o Mitsubishi é mais silencioso que o rival. A 120 km/h emite 65,1 decibéis de ruído, um a menos que o Chevrolet (66,1 dBA).

Captiva 6 x 4


Preço, equipamentos e assistência

A rede de concessionárias Chevrolet é bem maior que a da Mitsubishi, não tem dúvida. São 600 contra 115. O que garante a vitória do Captiva no comparativo. Com 7 a 4 no placar, o Captiva não pode ser mais alcançado. O ASX iria no máximo a 7 a 6.

Por isso, deixo o leitor decidir qual versão do ASX vai considerar para avaliar o preço e os equipamentos, os dois últimos itens deste comparativo.

O Captiva tem um preço único: R$ 91.792 com pintura metálica já incluída. Traz de série alarme antifurto, direção hidráulica, vidros elétricos, espelhos retrovisores elétricos, travas elétricas, acionamento por rádio frequência das travas, porta-malas e alarme (Keyless), sistema ISOFIX, controle eletrônico de estabilidade, sistema de controle de tração, monitoramento da pressão dos pneus, 6 airbags, freios ABS, regulagem manual do banco do motorista, ar-condicionado, rack de teto, rádio AM/FM/CD/MP3/USB e entrada auxiliar, banco dianteiro passageiro e bancos traseiros rebatíveis, faróis de neblina, rodas de alumínio 17 polegadas, computador de bordo, freio de estacionamento por acionamento elétrico e volante, manopla do câmbio e bancos revestidos em couro. O preço de tabela é de R$ 90.299, mas, curiosamente, só existem duas pinturas metálicas disponíveis (prata e preto), o que obriga a adicionar uma das duas.

Quem escolher o ASX 4x4 vai pagar R$ 96.990 e levar um carro bem completo: ar condicionado automático, direção elétrica, rodas de liga-leve de 17 polegadas, 4 speakers, rádio AM/FM/CD/MP3/USB e entrada auxiliar, trio elétrico, banco do motorista com regulagem elétrica e aquecimento também para o carona, volante, manopla do câmbio e bancos revestidos em couro, volante com regulagem de altura e alcance, piloto automático e som com comando no volante, display multi-informação de alto contraste, abertura das portas e ignição sem chave, botão de partida e os equipamentos de segurança já citados lá atrás. De qualidade, o Mitsubishi leva vantagem, mas cobra mais. E ainda tem opcionais, como faróis de xenônio com regulagem de altura do facho, lavadores de faróis e teto solar panorâmico, que saem por R$ 102.990.

No entanto, se o leitor optar pelo 4x2, vai pagar R$ 86.990, mas perderá itens como os sensores, o display de alta definição, os bancos dianteiros aquecidos, o do motorista elétrico, o revestimento em couro, os airbags laterais, o controle de estabilidade e o botão de partida sem chave. Neste caso, o Captiva leva vantagem nos equipamentos.


Conclusão

O Chevrolet Captiva venceu o comparativo por 8 a 5, seja com o ASX 4x4 ou 4x2. O Mitsubishi mostrou que assumiu a liderança de vendas do segmento não só pelo custo-benefício. O câmbio CVT e a maior preocupação com o acabamento, a segurança e o conforto dinâmico também devem ter pesado na decisão de adquirir o carro. Quem escolheu ou ainda pretende comprar o Chevrolet não vai se arrepender. Tem estilo próprio, melhor assistência técnica, é mais potente, anda mais, gasta menos e é indicado para quem quer mais espaço para os passageiros e a bagagem. O Captiva mostrou ser mais carro e o ASX mais utilitário esportivo.

Resumo:

ESTILO - Captiva
ACABAMENTO - ASX
ESPAÇO INTERNO - Captiva
PORTA-MALAS - Captiva
MOTOR - Captiva
CÂMBIO - ASX
DESEMPENHO - Captiva
CONSUMO - Captiva
SEGURANÇA - ASX
CONFORTO - ASX
ASSISTÊNCIA - Captiva
PREÇO - Captiva ou ASX 4x2
EQUIPAMENTOS DE SÉRIE - ASX 4x4 ou Captiva


FICHA TÉCNICA - MITSUBISHI ASX 2.0 16V 4x4

Motor: Quatro cilindros, transversal, gasolina, 1.998 cm³, 16 válvulas
Potência: 160 cv
Aceleração de 0 a 100 km/h: 11,9 seg
Velocidade máxima: 188 km/h
Consumo Médio: 10,7 km/litro
Comprimento/largura/altura/entre-eixos: 4,29/1,77/1,70/2,70 m
Porta-malas: 416 litros
Tanque: 60 litros
Preços: 96.990 (4x4) e 102.990 (4x4 completo)
Cores disponíveis: Cinza Titanium, Branco Pearl, Preto Mica e Prata Metálico Cool.


FICHA TÉCNICA - CHEVROLET CAPTIVA SPORT ECOTEC 2.4 16V

Motor: Quatro cilindros, transversal, gasolina, 2.384 cm³, 16 válvulas
Potência: 185 cv
Aceleração de 0 a 100 km/h: 10,9 seg
Velocidade máxima: 210 km/h
Consumo Médio: 11,4 km/litro
Comprimento/largura/altura/entre-eixos: 4,57/1,85/1,70/2,70 m
Porta-malas: 821 litros
Tanque: 73 litros
Preços: R$ 91.792 (com pintura metálica)
Cores disponíveis: Preto Granite e Prata Ice.

12 comentários:

Sergio Prado disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Sergio Prado disse...

Cheguei a este site buscando no google "consumo ASX", porque sou um infeliz proprietário de um Captiva "Ecotec" (novo motor), que, ao sair da concessionária, fazia 3,5 km/l de consumo na cidade, chegando a 5 km/l depois de seis meses de uso. Acredito que não merece crédito um comparativo que use opniões subjetivas e pessoais, além de dados de fábrica. Procuro um site que traga dados concretos sobre desempenho e consumo do Mitsubishi ASX, pois estou avaliando trocar minha Captiva por um. Em se tratando da questão de estilo, também discordo do autor do blog, mas como já disse, gosto é questão pessoal, e os números de vendas mostram isto

Profissional TI disse...

Boa noite,
Sergio.
Eu tenho um ASX e to muito feliz com o consumo, na cidade ta fazendo 10,7 lm/l e na estrada 12,3 km/l.

Garfield disse...

Dados de consumo do fabricante não servem pra nada. Todos eles mentem.
Ambos os veículos comparados tem sérios pontos fracos, entretanto o artigo é deveras tendencioso, sem nenhuma intenção de julgamento imparcial.
O artigo reflete tão-somente o "achismo" de um grande simpatizante do Captiva, apenas isso.
Perdi meu tempo aqui.

Anônimo disse...

um dos fatores mais importantes na hora de comprar um carro é o consumo, pois acho que vale muito mais a pena investir um pouco mais de grana e ter um carro mais economico, por isso dados reais de consumo é um fator importante.... eu troco de carro todos os anos e rodo em média 100 mil km por ano, acho que em um ano é muito pouco tempo para um carro ter muitos problemas...... nunca fiz nenhuma revisão de fabrica apenas as coisas de praxe como trocar oleo a cada 10 mil alinhar a cada 5 mil pastilhas e velas a cada 30 mil e correia a cada 60 mil e nunca tive problemas com meus carros prefiro não fazer nada nas concessionarias sai mais barato e vc mesmo quem gerencia a manuntenção do veiculo, por isso acho que para mim apenas consumo é que pesa. tenho hoje um toyota rav4 2011.12 e estou interressado em trocar por um captiva ecotec 2.4 e gostaria de saber sobre o consumo real na estrada e na cidade. dados reais tipo com ar ligado o tempo todo e 5 passageiros

Gustavo do Carmo disse...

Para quem está interessado nos consumos reais dos carros comparados. A Quatro Rodas deste mês fez um grande teste com oito modelos, mas não incluiu o Toyota RAV4, que já vai mudar. Eis os dados:

Captiva - 7,8 km/l na cidade; 10 km/l na estrada

ASX - 8,2 km/l na cidade; 12,5 km/l na estrada.

Para quem se interessou no RAV4 ele faz 9.4 na cidade e 11,5 km/l na estrada.

Fonte: Quatro Rodas

Anônimo disse...

Blog deveras tendencioso sem chance para a ASX. As reclamações quanto ao consumo da Captiva são absurdos. Ia comprar e realmente deixei de lado sem falar na marca que não tem comparação com a Mitsubshi. Concordo com relação ao número de autorizadas no país que realmente não tem como comparar. Não conheço a fundo a ASX também, mas tive oportunidade de fazer um test drive em uma e achei fantástico.

Ronaldo Figueiredo disse...

Sou um feliz proprietário de ASX. Consumo muito bom, depende de como anda. Eu rodo cerca de 2.000 KM/mês e a média geral entre estrada/cidade/trânsito é de 10,5 km/l. Muito confortável, silencioso, tem boa saída mas nada no estilo "veloz e furioso". Motor rende bem nas ultrapassagens principalmente com uso da "borboleta". Porta-malas é pequeno então analise sua necessidade. Eu não tenho filhos então é mais fácil. O assento traseiro no meio não é o maior conforto do mundo porque tem o famoso "tunel", mas no geral, em viagens curtas não incomoda quem usa. Revisões não é na concessionária: R$ 375,00. O que realmente me incomoda é não ter o painel multimidia: esse sim é um roubo comprar na Mit. lamentável isso num carro com valor alto como este. Enfim, para mim, tem muito mais pontos positivos do que negativos. Fora isso é lindo demais.

Anônimo disse...

Minha Captiva 2.4 faz 7,5 km/l na cidade. Aposto que o japonesinho tem um consumo melhor, mas pudera, é praticamente um micro-carro, com motor menor e desempenho idem, apesar de ser mais leve. Em suma, acho risível sequer existir ser feita a comparação entre a Captiva, um crossover com o porte do Sorento ou da Freelander, com o 'Gol Adventure' da marca japonesa. Aliás, o ASX só é grande na frente. Parece um Gol Adventure com frente de caminhão. Ridículo. KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

TIAGO MENDONSA disse...

BOM DIA!ESTOU MUITO SATISFEITO COM MINHA CAPITIVA INCLUSIVE COM O CONSUMO . FICA MINHA OPNIAO SE QUEREM ECONOMIA COMPRE UM POPULAR 1.0

Thiago Félix disse...

quem tem captiva tem que elogiar mesmo, senão como eles irão ficar livre delas ......kkkkkkkkk

Ricardo T. Lontra disse...

Tenho uma Captiva ano 2011/2011 tirada em dezembro do mesmo ano. Carro muito bom na estrada e no trânsito urbano. Médias de 8.2 urbano e estrada 10.3. Sinto apenas o ângulo de entrada que fica muito baixo com a aba de plástico. Encosta em algumas lombadas mais acentuadas. Fora isto o novo motor é muito bom; silencioso, rápido nas retomadas e o mais importante a economia melhorou muito com o câmbio de 06 marchas. Excelente compra em se tratando do custo/beneficio!