domingo, 9 de agosto de 2015

HISTÓRIA - HISTÓRIA: FIAT UNO MILLE 25 ANOS

TEXTO:  GUSTAVO DO CARMO | FOTOS: DIVULGAÇÃO


Um decreto assinado há 25 anos abriu caminho, não só para um grande sucesso comercial, como também, para um novo segmento e comportamento do mercado brasileiro. Estava criada a moda dos carros 1.0, que até hoje são a porta de entrada para quem pretende comprar um carro e sustentam a nossa indústria automobilística. 

Em junho de 1990, o Governo reduziu a alíquota do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) de 40 para 20 por cento para modelos com motores entre 800 e 1000 cilindradas. Logo em agosto foi lançado o Uno Mille. O nome significava mil em italiano e fazia alusão à cilindrada arredondada de 994 cc do motor, que rendia somente 48 cavalos de potência.




O Mille era uma versão literalmente espartana do Uno, privada de equipamentos essenciais como as saídas de ar nas extremidades do painel e o encosto de cabeça para os bancos dianteiros, este oferecido como opcional. Para dar um aspecto ainda mais popular, o Mille não adotou a nova grade dianteira da linha Uno 91 (na cor do carro, com faróis menores). O painel antigo também foi mantido. O pioneiro dos modelos 1.0 foi o responsável pelo crescimento da Fiat no Brasil que ultrapassou a General Motors em vendas e ficou na cola da líder Volkswagen.



Em 1991 a linha Mille cresceu com o Brio, série limitada com carburador de corpo duplo e potência de 54 cavalos. Era um pouco mais equipado e trazia os encostos de cabeça. Outras novidades no Mille só chegaram no final de 1992, quando o motor passou a ter ignição digital mapeada e a carroceria de quatro portas. Naquela época, o Uno mil já tinha a concorrência do Chevette Júnior e do Gol 1000, ambos com a mesma cilindrada.


Mas logo no  início de 1993, o Mille Eletronic mudou a plaqueta de identificação para incluir algumas colunas do Palácio da Alvorada em Brasília só para fazer protocolo com o novo presidente Itamar Franco que baixou ainda mais o IPI para os populares (incluindo os com motor 1.6, para que a Volkswagen relançasse o Fusca) para simbólico 0,1%. As cinco barras inclinadas da Fiat na grade também ficaram menores. Ainda naquele ano, o Mille ganhou, como opcional, um ar condicionado especialmente preparado para a baixa cilindrada do motor.




Em 1994, para enfrentar o Chevrolet Corsa Wind, de estilo arredondado, foi lançada uma versão luxuosa com quatro portas, a frente moderna do resto da linha, o novo painel adotado na linha 94 (que duraria até o final de vida do modelo) e equipamentos opcionais como vidros elétricos e ar condicionado. Era a chamada versão ELX, ainda com carburador. A nova frente seria estendida ao Eletronic meses depois. 



A injeção eletrônica, ainda single point (um ponto injetor para os quatro cilindros) chegaria em agosto de 95 na versão EP (Extra Power), elevando a potência para 58 cavalos. Mais tarde o Eletronic também ganharia a injeção e mudaria de nome para Mille i.e., ficando como opção mais popular.


Em 1996, com a chegada do moderno Palio, saíram de cena os Unos mais potentes, incluindo o Turbo. Só restou o Mille, que passou a batizar o antigo modelo junto com o sobrenome SX. A injeção eletrônica passou a ser multiponto (cada cilindro com o seu ponto injetor), que fez a potência subir para 61 cavalos. Em 1997 ele ganhou a série especial Young e no ano seguinte passou a se chamar EX.



Em 2000, sua frente foi reestilizada pela segunda vez e surgia o Mille Smart, com volante de quatro braços e instrumentos de fundo branco. Ainda no último ano do Século XX chegaria mais um concorrente: o Chevrolet Celta. Em 2001, o Smart passou a se chamar Fire por causa do motor homônimo, que era construído inteiramente fabricado por robôs e por isso ganhou esse nome (Fully Integrated Robotized Engine). A potência, porém, caiu para 55 cavalos. 



O Palio já estava há oito anos no mercado, mas o Mille estava firme e forte. Por isso, a Fiat, já líder de vendas no mercado desde 2001, desistiu de matá-lo e ainda viu razão para renovar o Uno mais uma vez. Em 2004 lançou uma nova frente de gosto duvidoso. Para corrigir a polêmica, alterou,de novo, a grade, colocando aletas no lugar da chapa cheia de furos na linha 2005. A traseira, que fora mexida pela primeira vez em 20 anos em 2004, com a placa passando para o para-choque e deixando a tampa limpa, permaneceu.


Ainda em 2005 ganhou motor bicombustível, que podia ser abastecido tanto com álcool como com gasolina. A potência voltou a subir, agora passando para 65 cv com gasolina e 66 cv com álcool. No ano seguinte, foi lançado o kit Way, com pneus de uso misto, suspensão 44 cm elevada e parachoques reforçados com muito plástico para enfrentar pisos esburacados.



Em 2008, o Uno passou por mais uma alteração na grade. As aletas ficaram mais finas e, no pacote Celebration, cromadas. O atual emblema da Fiat, em vermelho, substituindo o azul, foi adotado. Com a quinta marcha do câmbio mais longa, novo óleo do motor, modificações na suspensão, pneu de baixa resistência ao rolamento e um indicador de consumo instantâneo no painel chamado econômetro, o Mille ficou cerca de 10% mais econômico e, por isso, ganhou o sobrenome Economy.




Mesmo com o lançamento da nova geração do Uno, de estilo quadrado redondo (na verdade, um novo carro que resgatou o nome do velho compacto), o velho Uno Mille sobreviveu por mais três anos. Chegou a ganhar série especial Xingu, baseada sobre a versão Way, que também foi lançada para o Novo Uno. 

Mas 2014 já estava se aproximando e as montadoras, que já sabiam desde 2009, corriam contra o tempo para se adaptarem à lei que obriga a inclusão de airbags frontais e freios ABS de série. Assim, a Fiat tratou de se despedir do velho Mille (que nunca usou estes itens) com a série especial Grazie (obrigado em italiano), limitada a apenas duas mil unidades.

Visualmente tinha filetes da grade cromados, faróis com máscara escura e rodas diamantadas no exterior, além de bancos com tecido mais sofisticado, logo da silhueta do Uno e acabamento interno mais caprichado, como o revestimento das colunas internas e tampa do porta-malas. De equipamentos trazia de série ar condicionado, direção hidráulica, vidros e travas elétricos e CD Player com Bluetooth e MP3. No final de 2013, o Mille enfim se despediu do mercado. 




O estilo que demorou para envelhecer, o espaço interno, o primeiro carro nacional de grande escala com motor 1.0, o baixo custo de produção e de consumo de combustível e o revestimento em tecido nas portas (acabamento que se tornou raro nos populares de hoje) garantiram ao velho Uno uma história de quase 30 anos no mercado, dando o ponto de partida para a Fiat crescer no Brasil e se tornar mais rentável do que a matriz italiana. E o Mille colaborou muito para isso. 


Nenhum comentário:

últimos posts

Tópicos

Lançamento Nacional (186) Chevrolet (102) Volkswagen (99) História (93) Ford (88) Fiat (80) Carro do Ano (73) Comparativos (71) Lançamento Internacional (68) Em Breve no Brasil (54) Retrospectiva (51) Renault (46) Toyota (43) Honda (42) Citroën (39) Especial (38) Nissan (38) Hyundai (37) Peugeot (36) Sonhos de Consumo (35) Audi (32) Baba Brasil (27) Kia (27) Mercedes (26) BMW (23) No Mercado (22) História em Miniatura (19) Cruze (18) Gol (18) Motor do Ano (17) Mário Coutinho Leão (17) Corolla (16) JAC (16) Lembra de mim? (16) Opel (16) Pré-estreia (16) Rádio Motor (16) Analisando (15) Fiesta (15) Ka (15) Editorial (14) Golf (14) Civic (13) Focus (13) História em Fotos (13) Salão de Genebra 2014 (12) Volvo (12) Carro do Ano 2013 (11) Carro do Ano 2014 (11) Carro do Ano 2015 (11) Guscar em Genebra (11) Palio (11) Retrospectiva 2016 (11) Uno (11) Carro do Ano 2010 (10) Carro do Ano 2011 (10) Corvette (10) Fox (10) HB20 (10) Mitsubishi (10) Utilitário do Ano (10) Avaliação (9) Carro do Ano 2012 (9) Fit (9) March (9) Suzuki (9) up! (9) 500 (8) Carro do Ano 2016 (8) Chery (8) Duster (8) Ecosport (8) Jaguar (8) Jeep (8) Onix (8) Retrospectiva 2015 (8) Siena (8) i30 (8) Carro Premium (7) City (7) Dodge (7) Fluence (7) Land Rover (7) Melhores do Ano (7) Mini (7) Porsche (7) Prêmios Suplementares (7) Salão de Genebra 2012 (7) Versa (7) Voyage (7) 208 (6) 3008 (6) 308 (6) Aircross (6) C3 (6) C4 (6) CR-V (6) Carro do Ano 2017 (6) Etios (6) Ferrari (6) Fusion (6) McLaren (6) Mustang (6) Passat (6) Punto (6) Ranger (6) Renegade (6) Salão de Xangai (6) Sandero (6) Sentra (6) Sportage (6) Strada (6) Toro (6) A3 (5) Alfa Romeo (5) Cerato (5) Classe E (5) Cobalt (5) Eles são 10! (5) Guscar MOTO (5) Jetta (5) Lamborghini (5) Lifan (5) Logan (5) Picape do Ano (5) Polo (5) S10 (5) Salão de Pequim 2014 (5) Saveiro (5) Teste de pista (5) Tracker (5) 2008 (4) 408 (4) A4 (4) Agile (4) Astra (4) Bentley (4) Campeões de Audiência (4) Captiva (4) Classe C (4) Corsa (4) DS4 (4) Edge (4) Escort (4) Especial Crossovers (4) Fusca (4) HB20S (4) HR-V (4) Hilux (4) Hilux SW4 (4) Livina (4) Mini Cooper (4) Mégane (4) Optima (4) Picanto (4) Prisma (4) Q3 (4) Seat (4) Sonic (4) Swift (4) Série 1 (4) Série 3 (4) XE (4) 911 (3) A5 (3) Accord (3) Amarok (3) Bravo (3) Camaro (3) Camry (3) Captur (3) Celta (3) DS3 (3) Direto do Arquivo (3) Discovery (3) Frontier (3) GLC (3) Giulia (3) Ibiza (3) J3 (3) Kicks (3) L200 (3) Malibu (3) Monza (3) Outlander (3) P1 (3) Panamera (3) Polara (3) Prius (3) RAV4 (3) Salões (3) Sorento (3) T5 (3) TT (3) Tiggo (3) Utilitário do Ano 2011 (3) Vectra (3) Vitara (3) X60 (3) XC90 (3) 147 (2) 507 (2) 508 (2) A1 (2) AMG GT (2) ASX (2) Adam (2) Aero (2) Altima (2) Ayrton Senna (2) Azera (2) Bentayga (2) Bolt (2) C1 (2) C4 Lounge (2) C4 Picasso (2) CLA (2) Calibra (2) Carro Verde do Ano (2) Challenger (2) Chevette (2) Chrysler (2) Classe A (2) Classe B (2) Classe ML (2) Classe S (2) Classic (2) Creta (2) DS5 (2) Daewoo (2) Datsun (2) Elantra (2) Elba (2) Espero (2) Estão comentando (2) Expert (2) Fim de Temporada (2) Fiorino (2) GLA (2) GLE (2) Genesis (2) Go (2) Golf Variant (2) Importados de Ontem (2) Insignia (2) J2 (2) J5 (2) J6 (2) Journey (2) Jumpy (2) Kadett (2) Kadjar (2) La Ferrari (2) Lancia (2) Linea (2) Matérias Especiais (2) Mazda (2) Mille (2) Mini Clubman (2) Mobi (2) Mondeo (2) Montana (2) Motor do Ano 2011 (2) Motor do Ano 2013 (2) Motor do Ano 2014 (2) Motor do Ano 2015 (2) Motor do Ano 2016 (2) Motor do Ano 2017 (2) Opala (2) Oroch (2) Pajero Dakar (2) Parati (2) Pontiac (2) Pré-estréia (2) QQ (2) Qoros (2) RS6 (2) Range Rover (2) Rinspeed (2) S-Cross (2) S60 (2) Santana (2) Skoda (2) Smart fortwo (2) Soul (2) Spacefox (2) Symbol (2) Série 2 (2) Série 4 (2) T6 (2) Tiguan (2) Tipo (2) Transit (2) Twingo (2) Utilitário do Ano 2010 (2) Utilitário do Ano 2013 (2) Utilitário do Ano 2014 (2) Utilitário do Ano 2015 (2) V40 (2) V90 (2) Vectra GT (2) Veneno (2) Volkswagen Jetta (2) Volt (2) Willys (2) X1 (2) X6 (2) ZX (2) i8 (2) 107 (1) 108 (1) 124 Spider (1) 155 (1) 156 (1) 159 (1) 206 (1) 207 Passion (1) 2CV (1) 300C (1) 301 (1) 4008 (1) 405 (1) 4C (1) 500X (1) 530 (1) 570GT (1) 650S (1) 75 (1) A Concept (1) A6 (1) A8 (1) Alaskan (1) Ami (1) Ampera (1) Anísio Campos (1) Apollo (1) Arteon (1) As Belas do Salão (1) Aston Martin (1) Audi A3 Sedan (1) Aygo (1) B-Max (1) BMW K 1300 R (1) Bertone (1) Brasília (1) Brivido (1) Bugatti (1) C-Elysée (1) C-XR (1) C3 Picasso (1) C4 Cactus (1) C5 (1) Cadenza (1) Cambiano (1) Carens (1) Carro Premium 2010 (1) Carro Premium 2011 (1) Carro Premium 2012 (1) Carro Premium 2013 (1) Carro Premium 2014 (1) Carro Premium 2015 (1) Carro Premium 2016 (1) Carro Premium 2017 (1) Carros Antigos (1) Cee'd (1) Celer (1) Cherokee (1) Citigo (1) Clio (1) Clubman (1) Colorado (1) Compass (1) Concept Coupé (1) Concept Estate (1) Concept XC Coupé (1) Continental (1) Continental GT (1) Corcel (1) Cordoba (1) Cross Coupé (1) Crossland X (1) D-Max (1) DS 6WR (1) Dacia (1) Dacia Logan (1) Dauphine (1) De olho na Notícia (1) Del Rey (1) Delta (1) Direto da Tela (1) Divulgação (1) Doblò (1) Dock+Go (1) E-Type (1) EC7 (1) Emerge-E (1) Enjoy (1) Entre linhas (1) Eos (1) Equinox (1) Equus (1) Espace (1) Evoque (1) Explorer (1) F-Type (1) FF (1) Face (1) Faróis (1) Ferrari 812 Superfast (1) Fiat Coupé (1) Fiat Uno Turbo i.e. (1) Fiat. Ford (1) Firebird (1) Ford GT (1) Ford T (1) Ford. Ka (1) Freemont (1) GS (1) GT4 Stinger. Soul (1) GTC4Lusso (1) Geely (1) Ghibli (1) Giulietta (1) Guscar 10 Anos (1) Hall da Fama Autoesporte (1) Hi-Cross (1) Hoggar (1) Honda CB 600F Hornet (1) Huracan (1) I-Oniq (1) Idea (1) Inca (1) Infiniti (1) Intrado (1) Invitation (1) Isuzu (1) Italdesign (1) KAWASAKI Z300 (1) KTM 390 Duke (1) Karl (1) Kawasaki (1) Kawasaki Ninja 250R (1) Kawasaki Ninja 300 (1) Koleos (1) Kombi (1) Kuga (1) LF320 (1) LF620 (1) Leaf (1) Lexus (1) Lincoln (1) Lodgy (1) Lotus (1) MX3 (1) Maserati (1) Maverick (1) Mercedes. A3 (1) Meriva (1) MiTo (1) Mii (1) Miura (1) Model S (1) Mokka (1) Motor do Ano 2010 (1) NMC (1) NS4 (1) NSX (1) New Beetle (1) Nexon (1) Notícias (1) Nuccio (1) Oldsmobile (1) Omega (1) Pacifica (1) Pajero (1) Picape do Ano 2010 (1) Picape do Ano 2011 (1) Picape do Ano 2013 (1) Picape do Ano 2014 (1) Picape do Ano 2015 (1) Picape do Ano 2016 (1) Picape do Ano 2017 (1) Pininfarina (1) Ponto a Ponto (1) Proace (1) Prêmio (1) Pulsar (1) Q2 (1) Q5 (1) Qoros 2 (1) Qoros 3 (1) RX (1) RX7 (1) Raridade (1) Romi (1) Romi Isetta (1) S18 (1) S90 (1) SL (1) SLK (1) SP2 (1) SX4 (1) SXC (1) Santa Fe (1) Scirocco (1) Scudo (1) Scénic (1) Smart (1) Smart forfour (1) Sonata (1) Spin (1) Ssangyong (1) Sunny (1) Série 5 (1) Série 6 (1) Série 7 (1) T-Roc (1) T8 (1) Talisman (1) Tata (1) Tempra (1) Tempra Pick-up (1) Tesla (1) Teste de Consumo (1) Tiida (1) Toledo (1) Toronado (1) Touareg (1) Tourneo (1) Toyota Corolla (1) Trailblazer (1) Trax (1) Tucson (1) Utilitário do Ano 2012 (1) V60 (1) Vale a Pena? (1) Vario (1) Vedette (1) Veloster (1) Veraneio (1) Versailles (1) Vezel (1) Viaggio (1) Vision C (1) Volkswagen GOLF (1) Volkswagen Gol Comfortline 1.0 (1) Vídeos (1) X-ChangE (1) X3 (1) XF (1) XIV-2 (1) Yamaha XT 600Z Ténéré (1) Yamaha YBR 250 Fazer (1) Yaris (1) Z4 (1) Zest (1) Zoe (1) ix35 (1) recall (1)