quarta-feira, 26 de outubro de 2011

COMPARATIVO - FORD ECOSPORT x RENAULT DUSTER

Texto: Gustavo do Carmo
Fotos: Divulgação (ilustrativas)
Dados: Revista Carro



Se fosse uma partida de futebol, este comparativo entre o Ford Ecosport e o Renault Duster seria um clássico. Um confronto esperado desde 2009, quando a Renault anunciou seus planos de produzir no Brasil um utilitário esportivo compacto para países emergentes como o nosso, com base no Logan e no Sandero. Assim como estes dois, o Duster é uma criação da romena Dacia, subsidiária da marca francesa.

O Ecosport foi lançado em 2003 e logo assumiu a liderança do mercado de utilitários. Desde então ganhou dois facelifts. Um mais profundo em 2007 e outro, no ano passado, que mudou apenas a grade e acrescentou o nome do carro no capô, ao estilo Land Rover. Nesses oito anos surgiram novos concorrentes como os Volkswagen CrossFox e SpaceCross, os Fiat Idea e Doblò Adventure, a Peugeot 207 SW Escapade, a Nissan Livina X-Gear e o Citroën Aircross. A Palio Weekend Adventure já existia desde 1999.

Assim, temos três peruas, três minivans, um hatch e um furgão. Nenhum deles é um utilitário de verdade. Ah, Gustavo! Você se esqueceu do Suzuki SX4 e do Mitsubishi TR4? Não esqueci, não. Sendo o primeiro um importado ameaçado pela alta (por enquanto, suspensa) do IPI e o outro nacional e caro, os autênticos utilitários de marcas japonesas sempre foram concorrentes da versão 2.0 e com tração 4x4.

A disputa mais acirrada mesmo ficava com o Ecosport de motor 1.6, categoria na qual o Duster será o primeiro utilitário legítimo a desafiá-lo. Aliás, foi o sucesso do Ecosport que motivou a Renault a lançar seu SUV compacto no Brasil.

Pensei em incluir o Citroën Aircross no confronto, mas achei que fugiria da proposta de reunir dois autênticos utilitários. Então, fica o duelo, ou melhor, o clássico entre Ford Ecosport XLT e Renault Duster Dynamique, suas versões completas, com motor 1.6.


Estilo e Acabamento

Modelos maiores dos respectivos fabricantes foram a referência de estilo para os dois SUV compactos. O Ecosport inspirou-se no Explorer dos anos 1990. O sinal está na pintura preta fosca na coluna traseira. Outra moda da época, embora o irmão grande nunca tenha usado, é o estepe pendurado na tampa do porta-malas. A Ford pagou o preço do pioneirismo e do sucesso. Se acomodou e não fez mais que mudanças leves no Ecosport, que continua com linhas retas.

Resultado. O Renault Duster chegou mais arredondado e musculoso. Apesar de ser um Renault criado pela Dacia, suas linhas foram inspiradas no finado Nissan X-Terra, também do grupo. Maior que o rival (4,31m de comprimento contra 4,24m), é mais moderno. Pena que a frente não tenha agradado. Ficou com aparência de jipe russo. 


O acabamento interno é o maior defeito de ambos. Com muito plástico duro, aparenta rudeza nos dois modelos, mesmo sendo explicitamente voltados para o uso na cidade. Os dois tons de cinza do painel deixaram o Duster com aparência de carro chinês. A moldura prateada do painel do console central em black piano, reforça a impressão.

O Ecosport também abusa dos apliques prateados no exagerado aro dos difusores do ar e na máscara dos comandos de ventilação. O painel, preto em sua maior parte, aparenta ter mais qualidade, apesar do plástico. As portas dos dois modelos têm tecido, mas o do Renault aparenta maior capricho. Mesmo assim, ambos se nivelam no acabamento. Por baixo.



Duster 1x0



Espaço interno e Porta-malas

A Renault estudou o projeto antigo do rival e desenvolveu uma carroceria maior para proporcionar mais espaço interno. Com 1,69m de altura, 1,82m de largura e 2,67m de distância entre-eixos, o Duster tem mais espaço para as pernas, ombros e cabeça, principalmente atrás. É o que melhor acomoda dois adultos e uma criança no banco de trás. O Ecosport tem 1,62m, 1,72m e 2,49m nas três respectivas medidas.

Já no porta-malas, a vantagem do Duster é gritante. São 475 litros de capacidade contra 296. Mesmo se a versão 4x4 estivesse em questão, o domínio continuaria, pois são 400 litros. Em compensação, a bagagem entra mais fácil no Ecosport, que tem abertura lateral da porta traseira e para o lado da calçada. E o Ford tem mais porta-objetos: no console, embaixo do assento do banco do carona e, quando não estiver equipado com airbag, um compartimento refrigerado acima do porta-luvas (curiosamente só nas versões básicas XL, XLS e Freestyle).

Duster 3x0


Motor, Desempenho e Consumo

Tanto o Ecosport quanto o Duster têm duas opções de motor, tração e câmbio. E os dois só têm a tração integral com o motor 2.0 e câmbio manual. Com esta cilindrada, a transmissão convencional do Renault tem seis velocidades. O automático de ambos tem quatro.

Estamos considerando o motor 1.6, mas só para informar: o 2.0 do Ecosport é um Duratec 16 válvulas Flex, com 141 cavalos abastecido com gasolina e 145 cv com álcool. O do Duster também tem quatro válvulas por cilindro, mas rende apenas 138 e 142 cavalos. É o mesmo que o Mégane Sedan usava.

Já o 1.6 do Duster é mais potente (110 e 115 cv) e também tem 16 válvulas. O do Ecosport (101 e 107 cv) só tem oito. Ambos têm rendimento semelhante, como a velocidade máxima de 165 km/h, e só não empatam porque o Renault se destacou na retomada de velocidade. Segundo a revista Carro, a dupla acelera de 0 a 100 km/h em 13 segundos, com leve vantagem de três décimos para o Ecosport (13,3s). O Duster recupera entre 80 e 120 km/h em 12,6 seg. contra 16 seg. do Ford.

Já o mais econômico é o Ecosport, que marca o seu primeiro ponto no comparativo. Faz 7 km/l na cidade e 9,8 km/l na estrada com álcool. O Duster faz 5,8 km/l e 8,7 km/l. Assim como no desempenho, os números de consumo foram obtidos pela Carro com etanol no tanque.

Duster 5x1 Ecosport


Segurança e Conforto

A versão XLT 1.6 do Ecosport já vem com airbag duplo e freios ABS de série, assim como o Duster, que já oferece as bolsas frontais de série desde a versão básica. O Renault ainda freia mais rápido. A 100 km/h para em 40,8 metros contra 45,8 metros do rival. O Duster também oferece apoio de cabeça para o quinto passageiro, tem mais estabilidade nas curvas e absorve melhor os buracos do asfalto. 

Mas é o silêncio que conta pontos neste critério. E nele o Ecosport supera o novo rival, graças ao melhor isolamento acústico. O ruído é de 66,7 decibéis a 120 km/h contra 70,2 dBA. Dados novamente da Carro.

Também sem contar pontos, o Duster enfrenta as trilhas off-road com mais coragem. Seu ângulo de ataque é de 30º e o de saída, 35º. A altura em relação ao solo é de 21 cm. No Ecosport, as relações são de 28º, 34º e 20 cm.



Duster 6x2 Ecosport


Preço, Equipamentos de Série e Assistência

Além de superar o Ecosport nas características, a Renault atingiu a Ford no item mais importante: o preço. Suas seis versões (básica, Expression, Dynamique 1.6, Dynamique 2.0 manual, Dynamique 2.0 automática e Dynamique 4x4) são bem mais baratas que as correspondentes do Ecosport (XL, XLS, Freestyle 1.6 e XLT 1.6, Freestyle 2.0, XLT 2.0 manual ou automática e 4x4). Veja a comparação dos preços: 

  • Duster básico - R$ 50.900 x R$ 54.790 - Ecosport XL
  • Duster Expression - R$ 53.200 x R$ 58.120 - Ecosport XLS
  • Duster Dynamique 1.6 - R$ 56.900 x R$ 60.730 - Ecosport Freestyle 1.6 e R$ 63.870 - XLT 1.6
  • Duster Dynamique 2.0 manual - R$ 60.600 x 65.780 - Ecosport Freestyle 2.0 ou XLT 2.0
  • Duster Dynamique 2.0 automático - R$ 64.600 x R$ 68.690 - Ecosport XLT 2.0 automático
  • Duster Dynamique 2.0 4x4 - R$ 64.600 x R$ 66.830 - Ecosport 4WD (wheel drive)
Já a lista dos principais equipamentos de série é semelhante nos dois, se compararmos as versões 1.6 do Dynamique e XLT. Elas têm ar condicionado, direção hidráulica, trio elétrico, tocador de CD e MP3 com Bluetooth e entradas com controle na coluna de direção, airbag duplo, freios ABS, computador de bordo, rodas de liga-leve (15 polegadas no Ecosport, 16 no Duster), faróis de neblina, ajuste de altura do banco do motorista e da coluna de direção, chave com abertura das portas por controle remoto. 

O Ecosport leva pequena vantagem por oferecer bancos revestidos de couro de série, mesmo que parcial. No Duster, o revestimento de pele animal é opcional e com ele o preço aumenta para R$ 59.250, com pintura metálica. Mesmo completo, o Renault ainda é mais barato. As cores metalizadas aumentam o custo do Ford em 1.085 reais e as perolizadas, R$ 1.262. 

Ainda não foram divulgados os custos de manutenção do Duster. Portanto, a avaliação da assistência será, mais uma vez, com base no número de concessionárias, que a Ford tem mais: 508 contra 181. Ambos têm garantia de 3 anos. 

Conclusão

No primeiro "clássico" dos SUVs compactos, o novato goleou o veterano por 7x3. Estilo, espaço interno, porta-malas, motor, desempenho, segurança e, principalmente, preço. São os itens que o Renault Duster mostrou mais evolução. Os dois ficaram nivelados (por baixo) no acabamento e vêm com quase os mesmos equipamentos de série, desde que sejam comprados nas versões top. Com oito anos de idade e prestes a ser totalmente reestilizado pela primeira vez, o Ford Ecosport ainda consegue gastar menos combustível, ser mais silencioso e ter mais concessionárias para manutenção. Sua liderança está ameaçada? Só o tempo vai dizer. Aguardemos, também, um revanche com a nova geração em 2012.

Resumo

PREÇO - Duster
MOTOR - Duster
DESEMPENHO - Duster
CONSUMO - Ecosport
SEGURANÇA - Duster
CONFORTO - Ecosport
PORTA-MALAS - Duster
ESTILO - Duster
ACABAMENTO - EMPATE
ASSISTÊNCIA - Ecosport
ESPAÇO INTERNO - Duster
EQUIPAMENTOS - EMPATE

Placar Final - Renault Duster 7 x 3 Ford Ecosport




    FICHA TÉCNICA - RENAULT DUSTER DYNAMIQUE 1.6 16V HIFLEX

    Motor: Quatro cilindros, transversal, flex, 1.598 cm³,16 válvulas

    Potência: 110 cv (gasolina) e 115 cv (álcool)
    Aceleração de 0 a 100 km/h: 13,6 segundos (revista Carro, com álcool)
    Velocidade máxima: 165 km/h (fabricante)
    Consumo Médio: 7,25 km/l (Carro, com álcool)
    Comprimento/largura/altura/entre-eixos: 4,31/1,82/1,69/2,67 m
    Porta-malas: 475 litros
    Tanque: 50 litros
    Preço: R$ 56.900







    FICHA TÉCNICA - FORD ECOSPORT XLT 1.6 FLEX

    Motor: Quatro cilindros, transversal, flex, 1.598 cm³, 8 válvulas
    Potência: 101 cv (gasolina) e 107 cv (álcool)
    Aceleração de 0 a 100 km/h: 13,3 segundos (revista Carro, com álcool)
    Velocidade máxima: 165 km/h
    Consumo Médio: 8,4 km/l (revista Carro, com álcool)
    Comprimento/largura/altura/entre-eixos: 4,24/1,73/1,62/2,49 m
    Porta-malas: 296/712 litros
    Tanque: 54 litros
    Preço: R$ 63.870



Nenhum comentário: