sábado, 10 de dezembro de 2016

HISTÓRIA EM FOTOS - FORD FIESTA 40 ANOS

TEXTO: GUSTAVO DO CARMO | FOTOS: DIVULGAÇÃO 


Em 1976, ano seguinte ao lançamento da segunda geração do Escort europeu, a Ford lançou um modelo mais compacto, pois a crise mundial do petróleo, ocorrida em 1973, ainda obrigava veículos de todo o mundo a economizarem combustível. O Fiesta pretendia fazer uma festa no segmento representado na época pelo Volkswagen Polo (recém-lançado), Fiat 127, Renault 5 e Opel Kadett, que então tinha a mesma carroceria do nosso Chevette.

O projeto Torino, depois Bobcat, há havia começado em 1969 e foi desenvolvido não apenas pelas filiais da Ford na Alemanha e na Inglaterra, mas também com a participação da matriz norte-americana (com aprovação do próprio Henry Ford II, neto do fundador da empresa) e dos italianos da Ghia. A fabricação ficou a cargo da Alemanha (Saarlouis), Inglaterra (Dagenham) e Espanha (Valencia), mas também previa a venda nos Estados Unidos, América do Sul e Ásia. Foram investidos 1 bilhão de dólares. 

Curiosamente, o Fiesta chegou ao mercado com motores nas mesmas cilindradas a gasolina da nova geração mostrada no último post do blog: 1.0 e 1.1. Só que sem turbo e injeção direta, claro. A potência só chegava a 53 cv (o 1.1). O 1.0 variava entre 40 e 45 cv.  Com o tempo o Fiesta foi evoluindo, ganhando motores diesel e cilindradas 1.3, 1.4, 1.5, 1.6 e até 1.8, gasolina ou diesel. Ganhou versões esportivas como Super S, XR2, RS, Si e ST. 

Em 40 anos, completados em 2016, oficialmente, o Fiesta teve seis gerações de carroceria. Mas algumas são muito parecidas com a anterior, inclusive a sétima, que chegará agora em 2017. Se formos fazer uma contagem rigorosa, considerando somente as gerações realmente diferentes, o Fiesta estaria apenas na quarta geração. A nova, desta vez, não entraria na conta. 


1a Geração - 1976 



Lançamento em 1976, com motores Kent 1.0 (40 ou 45 cv) e 1.1 (53 cv), derivados de um projeto dos anos 50. Em 1977 chegou o 1.3 de 66 cv. As versões eram básica, Popular, L, Ghia e S. Entre 1978 e 1980 foi vendido nos Estados Unidos com motor 1.6.

Super S ou Supersport, versão esportiva lançada em 1980 com opção de mores 1.1 e 1.3 
A Super S foi uma série especial. Mas a XR2 foi a versão espotiva definitiva, com motor 1.6 de 84 cavalos.
O nome da versão te lembra alguma coisa aqui no Brasil? É que a sigla XR (Xperimental Research ou Pesquisa Experimental) foi usada nos anos 80 pela Ford com números crescentes para os seus modelos na Europa. Assim, o Fiesta esportivo foi chamado de XR2, o Escort, XR3 e o Sierra XR4. Só o Escort veio para cá. 


2a Geração - 1983 



A segunda geração do Fiesta foi o primeiro compacto com opção de motor diesel, um 1.6 de 54 cavalos. Entre os movidos a gasolina, o velho Kent foi substituído pelo CVH, com cilindrada 1.3 e depois 1.4. O 1.6 do XR2 chegou a 96 cv. Outra inovação foi o câmbio automático CVT, popular nos modelos de marcas japonesas, exclusivo da versão CTX. 


3a Geração - 1989 (No Brasil em 1995)



A terceira geração, conhecida como Mark III ou Mk3, trazia ABS, desembaçador elétrico do para-brisa e cintos de segurança dianteiros com regulagem de altura. O câmbio CVT continuou a ser oferecido nas versões com motores 1.1 e 1.4. O movido diesel chegava a 1.8. Em 1994 ganhou air-bags dianteiros (para o motorista, de série, e opcional para o passageiro). No ano seguinte, enfim chegava ao mercado brasileiro, importado da Espanha, com motor 1.3 de 60 cv.  
Esta versão esportiva é a RS1800i, com motor 1.8 16v de 130 cavalos. O XR2 virou um coadjuvante esportivo na linha Fiesta, mas ganhou injeção eletrônica (que o modelo ainda não tinha) e a potência subiu para 110 cv. Também foram adicionados os bancos Recaro e rodas de alumínio. Em 1990, foi lançado o RS Turbo, com motor 1.6 turbinado de 132 cv, mas em 1992 foi trocado por este RS1800i da foto.

O nome Courier da nossa picape veio deste furgão similar ao Fiat Fiorino, lançado em 1991, somente na Europa. 
Fiesta Urba - Protótipo literalmente de 3 portas apresentado no Salão de Genebra de 1989. Antecipou em mais de quinze anos o conceito do Hyundai Veloster. 

4a Geração - 1995 (No Brasil em 1996)




A geração Mark IV foi a primeira a ser fabricada no Brasil, em São Bernardo do Campo. Aqui, oferecia os motores Endura-E 1.0 de 52 cavalos e 1.3 de 60 cv. A novidade era o Zetec 1.4 16v de 88 cv na versão CLX.

Lançada em 1997, a inédita picape do Fiesta recebeu o mesmo chassi e nome da versão furgão europeia, Courier, e os mesmos motores do hatch, com exceção do 1.0. Teve até uma versão esportiva, a Si. 


|O Ka, então um subcompacto, foi um dos modelos independentes derivados da plataforma do Fiesta, assim como o cupê Puma, na foto abaixo. A primeira geração foi vendida na Europa e aqui, onde tinha motor 1.0. 


Ford Puma - Esportivo baseado na plataforma do 4º Fiesta. Tinha motor Zetec 1.7 16v de 125 cv. Em 2000 foi lançado a série especial ST160, com 160 cv.
Face-lift em 1999 trouxe o motor 1.6 Zetec Rocam, com comando roletado das válvulas, nacionalizado, nas cilindradas 1.0 (65 cv) e 1.6 8v (95 cv).

Na falta de um sucessor por aqui, a picape Courier sobreviveu à geração seguinte e só deixou de ser fabricada em 2013. Na Europa, o furgão deu lugar ao Transit Connect. 

Lançado na Índia e voltado para mercados emergentes como o Brasil, o Fiesta Street Sedan chegou em 2001, importado do México e com motor 1.6 Rocam. No exterior era chamado de Ikon. O nome dado aqui foi estendido ao hatch que resistiu à geração seguinte. 

5a Geração - 2001 (No Brasil em 2002)




A 5a Geração do Ford Fiesta continuou sendo fabricada no Brasil, mas mudou de estado. Saiu de São Paulo e foi para a nova fábrica de Camaçari, na Bahia. Tinhas diferenças ligeiras de acabamento para o europeu (o de duas portas da primeira foto). Vendido apenas com quatro portas, o nosso hatch tinha faróis mais transparentes, onde era possível ver o canhão de luz e as luzes de direção. Já as portas tinham batente até a lateral (no europeu até o teto), assim como o painel, que aqui era em peça única (no europeu em duas peças e visivelmente melhor acabado). Já a traseira era praticamente igual e se destacava pelas lanternas verticais ao lado do vidro, seguindo o estilo do Focus. O estilo não deve ter agradado aos europeus. Foi a única carroceria não repetida na geração seguinte, ao contrário das demais mostradas aqui.

Na Europa, o Fiesta Mk V teve os motores Duratec 1.3 e 2.0 a gasolina, além de continuar com os Zetec SE 1.2, 1.4 e 1.6, e os Duratorq turbodiesel, 1,4 e 1.6. O câmbio continuou com a opção CVT. Para nós, brasileiros, continuamos com o motor 1.0 e 1.6 Rocam, agora com 66 e 98 cv, respectivamente. A novidade do lançamento foi o 1.0 Supercharger, com compressor mecânico, um genérico do turbo que foi usado até nos carros da Mercedes, Jaguar e Land Rover, mas foi comparado a um motor de geladeira por um concorrente em um comercial engraçadinho. Tinha 102 cv, mas não deu certo. Em 2004, o 1.6 passou a ser bicombustível, podendo ser abastecido com álcool ou gasolina. Em 2006 foi a vez do 1.0 virar Flex.


Os únicos derivados da plataforma de 5a geração do Ford Fiesta, além do sedã, foram os utilitários Fusion (não confundir com o sedã de luxo que hoje é clone do Mondeo no Brasil)...



... e Ecosport, um SUV compacto projetado para o Brasil, que não viu com bons olhos a "perua" alta europeia. Aqui no Brasil chegou em 2003. 

Ao contrário da geração anterior, o sedã do quinto Fiesta foi desenvolvido e fabricado no Brasil. Só chegou depois do Ecosport, em 2004 e foi o primeiro modelo da Ford a usar motor Flex, no caso o 1.6. 

Este face-lift foi exclusivo do mercado brasileiro e apresentado em 2007. Não agradou. Já o europeu ganhou os mesmos faróis, só que com máscara negra, do nosso antes da mudança frontal. 



Em 2010, enquanto os europeus já desfrutavam da sexta geração do Fiesta, o nosso ganhava apenas um face-lift de gosto duvidoso, inspirado no indiano Figo. A traseira do hatch não mudou praticamente nada, mas o sedã ganhou lanternas brancas, como o sedã Fusion de primeira geração. Mas a defasagem durou pouco. Meses depois era apresentado o Fiesta Sedan de sexta geração, ou melhor, o New Fiesta Sedan. A quinta continuou no mercado, com o nome de Fiesta Rocam até 2014.

O último face-lift do Fiesta Mk V ficou mais elegante no indiano Figo, apresentado em 2009. 

6a Geração - 2007 (No Brasil em 2010, com o sedã. O hatch chegou em 2011)

Na Europa, a primeira versão da sexta geração do Fiesta Hatch tinha uma frente ligeiramente diferente, mais contínua. 




A sexta geração do Fiesta chegou ao Brasil em 2010, primeiro na carroceria sedã com o nome de New Fiesta, para se diferenciar do modelo velho, que continuava no mercado. Veio importado do México. Somente em 2011 chegou o hatch. O motor era um novo 1.6 16v, batizado de Sigma.  


Segunda geração do Ecosport também é derivada da plataforma do Fiesta de sexta geração. 


Na Europa, o Fiesta emprestou a sua plataforma a um monovolume mais requintado que o Ecosport, o B-Max. 

No final de 2012, o Fiesta, tanto o hatch, quanto o sedã, ganharam um face-lift para uniformizar o estilo com todos os veículos produzidos pela Ford, independente do segmento. A grade ficou hexagonal e concentrada no para-choque. Esta mudança chegou ao Brasil em 2013 trazendo novidades. O hatch, desta vez lançado primeiro, passando a ser fabricado no país, voltando o Fiesta para São Bernardo do Campo, O motor Sigma ganhou alguns cavalos e uma segunda cilindrada, a 1.5. O câmbio ganhou a opção do automatizado Powershift, de dupla embreagem e seis marchas, substituindo o CVT na Europa. Mas o acabamento do painel ficou muito simples. Novidade na Europa, o tricilíndrico turbinado 1.0 Ecoboost só chegou este ano, depois de três anos, e somente para a versão top Titanium Plus.





A plataforma do Fiesta 6 também serviu de base para a terceira geração do ex-subcompacto Ka. Transformado em um veículo compacto comum, substituiu a geração anterior do Fiesta por aqui e ganhou uma inédita versão sedã, chamada Ka+, designação do hatch na Europa, vendido lá como um modelo subcompacto, ocupando o lugar do segundo Ka, este baseado na plataforma do Fiat 500. Na Índia, o Ka é chamado de Figo e o sedã, com traseira mais curta, de Figo Aspire.



7a Geração - 2017 (No Brasil, só Deus sabe)

Na sétima geração, grade e para-choque dianteiro têm aparência diferenciada em cada versão. A grande atração é a adição de itens tecnológicos de entretenimento e segurança, embora já vistos em outros segmentos. Apesar da mesma plataforma e do estilo muito próximo ao anterior, a carroceria é totalmente nova. Como manda a tradição.


Fiesta Vignale - Luxuoso

Fiesta Titanium - Comportado

Fiesta Active - Aventureiro

Fiesta ST Line - Esportivo

Nenhum comentário:

últimos posts

Tópicos

Lançamento Nacional (188) Chevrolet (103) Volkswagen (103) História (96) Ford (89) Fiat (82) Carro do Ano (73) Comparativos (73) Lançamento Internacional (72) Em Breve no Brasil (56) Retrospectiva (51) Renault (46) Honda (45) Toyota (44) Citroën (39) Nissan (39) Especial (38) Hyundai (38) Peugeot (37) Sonhos de Consumo (36) Audi (33) Baba Brasil (28) Kia (27) Mercedes (27) BMW (24) No Mercado (22) História em Miniatura (19) Cruze (18) Gol (18) Lembra de mim? (17) Motor do Ano (17) Mário Coutinho Leão (17) Corolla (16) JAC (16) Opel (16) Pré-estreia (16) Rádio Motor (16) Analisando (15) Fiesta (15) História em Fotos (15) Ka (15) Civic (14) Editorial (14) Golf (14) Focus (13) Salão de Genebra 2014 (12) Volvo (12) Carro do Ano 2013 (11) Carro do Ano 2014 (11) Carro do Ano 2015 (11) Guscar em Genebra (11) Mitsubishi (11) Palio (11) Retrospectiva 2016 (11) Uno (11) Carro do Ano 2010 (10) Carro do Ano 2011 (10) Corvette (10) Fox (10) HB20 (10) Utilitário do Ano (10) up! (10) Avaliação (9) Carro do Ano 2012 (9) Chery (9) Fit (9) Jaguar (9) March (9) Suzuki (9) 500 (8) Carro do Ano 2016 (8) Duster (8) Ecosport (8) Jeep (8) Onix (8) Retrospectiva 2015 (8) Siena (8) i30 (8) 3008 (7) Carro Premium (7) City (7) Dodge (7) Fluence (7) Land Rover (7) Melhores do Ano (7) Mini (7) Polo (7) Porsche (7) Prêmios Suplementares (7) Ranger (7) Salão de Genebra 2012 (7) Versa (7) Voyage (7) 208 (6) 308 (6) Aircross (6) Alfa Romeo (6) C3 (6) C4 (6) CR-V (6) Carro do Ano 2017 (6) Etios (6) Ferrari (6) Fusion (6) McLaren (6) Mustang (6) Passat (6) Punto (6) Renegade (6) S10 (6) Salão de Xangai (6) Sandero (6) Sentra (6) Sportage (6) Strada (6) Toro (6) A3 (5) Accord (5) Cerato (5) Classe E (5) Cobalt (5) Eles são 10! (5) Guscar MOTO (5) Hilux (5) Jetta (5) Lamborghini (5) Lifan (5) Logan (5) Picape do Ano (5) Salão de Pequim 2014 (5) Saveiro (5) Seat (5) Teste de pista (5) Tracker (5) 2008 (4) 408 (4) A4 (4) Agile (4) Amarok (4) Astra (4) Bentley (4) Campeões de Audiência (4) Captiva (4) Classe C (4) Corsa (4) DS4 (4) Edge (4) Escort (4) Especial Crossovers (4) Frontier (4) Fusca (4) HB20S (4) HR-V (4) Hilux SW4 (4) L200 (4) Livina (4) Mini Cooper (4) Mégane (4) Optima (4) Picanto (4) Prisma (4) Q3 (4) Sonic (4) Swift (4) Série 1 (4) Série 3 (4) XE (4) 911 (3) A5 (3) Bravo (3) Camaro (3) Camry (3) Captur (3) Celta (3) DS3 (3) Direto do Arquivo (3) Discovery (3) GLC (3) Giulia (3) Ibiza (3) J3 (3) Kicks (3) Malibu (3) Mobi (3) Monza (3) Outlander (3) P1 (3) Panamera (3) Polara (3) Prius (3) QQ (3) RAV4 (3) Salões (3) Sorento (3) T5 (3) TT (3) Tiggo (3) Utilitário do Ano 2011 (3) Vectra (3) Vitara (3) X60 (3) XC90 (3) 147 (2) 507 (2) 508 (2) A1 (2) A8 (2) AMG GT (2) ASX (2) Adam (2) Aero (2) Altima (2) Ayrton Senna (2) Azera (2) Bentayga (2) Bolt (2) C1 (2) C4 Lounge (2) C4 Picasso (2) CLA (2) Calibra (2) Carro Verde do Ano (2) Challenger (2) Chevette (2) Chrysler (2) Classe A (2) Classe B (2) Classe ML (2) Classe S (2) Classic (2) Creta (2) DS5 (2) Daewoo (2) Datsun (2) Elantra (2) Elba (2) Espero (2) Estão comentando (2) Expert (2) Fim de Temporada (2) Fiorino (2) GLA (2) GLE (2) Genesis (2) Go (2) Golf Variant (2) Importados de Ontem (2) Insignia (2) J2 (2) J5 (2) J6 (2) Journey (2) Jumpy (2) Kadett (2) Kadjar (2) La Ferrari (2) Lancia (2) Linea (2) Matérias Especiais (2) Mazda (2) Mille (2) Mini Clubman (2) Mondeo (2) Montana (2) Motor do Ano 2011 (2) Motor do Ano 2013 (2) Motor do Ano 2014 (2) Motor do Ano 2015 (2) Motor do Ano 2016 (2) Motor do Ano 2017 (2) Opala (2) Oroch (2) Pajero Dakar (2) Parati (2) Pontiac (2) Pré-estréia (2) Qoros (2) RS6 (2) Range Rover (2) Rinspeed (2) S-Cross (2) S60 (2) Santana (2) Skoda (2) Smart fortwo (2) Soul (2) Spacefox (2) Symbol (2) Série 2 (2) Série 4 (2) T6 (2) Tiguan (2) Tipo (2) Transit (2) Twingo (2) Utilitário do Ano 2010 (2) Utilitário do Ano 2013 (2) Utilitário do Ano 2014 (2) Utilitário do Ano 2015 (2) V40 (2) V90 (2) Vectra GT (2) Veneno (2) Volkswagen Jetta (2) Volt (2) Willys (2) X1 (2) X3 (2) X6 (2) ZX (2) i8 (2) 107 (1) 108 (1) 124 Spider (1) 155 (1) 156 (1) 159 (1) 164 (1) 206 (1) 207 Passion (1) 2CV (1) 300C (1) 301 (1) 4008 (1) 405 (1) 4C (1) 500X (1) 530 (1) 570GT (1) 650S (1) 75 (1) A Concept (1) A6 (1) Alaskan (1) Ami (1) Ampera (1) Anísio Campos (1) Apollo (1) Argo (1) Arona (1) Arteon (1) As Belas do Salão (1) Aston Martin (1) Audi A3 Sedan (1) Aygo (1) B-Max (1) BMW K 1300 R (1) Bertone (1) Brasília (1) Brivido (1) Bugatti (1) C-Elysée (1) C-XR (1) C3 Picasso (1) C4 Cactus (1) C5 (1) Cadenza (1) Cambiano (1) Carens (1) Carro Premium 2010 (1) Carro Premium 2011 (1) Carro Premium 2012 (1) Carro Premium 2013 (1) Carro Premium 2014 (1) Carro Premium 2015 (1) Carro Premium 2016 (1) Carro Premium 2017 (1) Carros Antigos (1) Cee'd (1) Celer (1) Cherokee (1) Citigo (1) Classe X (1) Clio (1) Clubman (1) Colorado (1) Compass (1) Concept Coupé (1) Concept Estate (1) Concept XC Coupé (1) Continental (1) Continental GT (1) Corcel (1) Cordoba (1) Cross Coupé (1) Crossland X (1) D-Max (1) DS 6WR (1) Dacia (1) Dacia Logan (1) Dauphine (1) De olho na Notícia (1) Del Rey (1) Delta (1) Direto da Tela (1) Divulgação (1) Doblò (1) Dock+Go (1) E-Pace (1) E-Type (1) EC7 (1) Emerge-E (1) Enjoy (1) Entre linhas (1) Eos (1) Equinox (1) Equus (1) Espace (1) Evoque (1) Explorer (1) F-Type (1) FF (1) Face (1) Faróis (1) Ferrari 812 Superfast (1) Fiat Coupé (1) Fiat Uno Turbo i.e. (1) Fiat. Ford (1) Firebird (1) Ford GT (1) Ford T (1) Ford. Ka (1) Freemont (1) GS (1) GT4 Stinger. Soul (1) GTC4Lusso (1) Geely (1) Ghibli (1) Giulietta (1) Guscar 10 Anos (1) Hall da Fama Autoesporte (1) Hi-Cross (1) Hoggar (1) Honda CB 600F Hornet (1) Huracan (1) I-Oniq (1) Idea (1) Inca (1) Infiniti (1) Intrado (1) Invitation (1) Isuzu (1) Italdesign (1) KAWASAKI Z300 (1) KTM 390 Duke (1) Karl (1) Kawasaki (1) Kawasaki Ninja 250R (1) Kawasaki Ninja 300 (1) Koleos (1) Kombi (1) Kona (1) Kuga (1) LF320 (1) LF620 (1) Leaf (1) Lexus (1) Lincoln (1) Lodgy (1) Lotus (1) MX3 (1) Maserati (1) Maverick (1) Mercedes. A3 (1) Meriva (1) MiTo (1) Mii (1) Miura (1) Model S (1) Mokka (1) Motor do Ano 2010 (1) NMC (1) NS4 (1) NSX (1) New Beetle (1) Nexon (1) Notícias (1) Nuccio (1) Oldsmobile (1) Omega (1) Pacifica (1) Pajero (1) Picape do Ano 2010 (1) Picape do Ano 2011 (1) Picape do Ano 2013 (1) Picape do Ano 2014 (1) Picape do Ano 2015 (1) Picape do Ano 2016 (1) Picape do Ano 2017 (1) Pininfarina (1) Ponto a Ponto (1) Proace (1) Prêmio (1) Pulsar (1) Q2 (1) Q5 (1) Qoros 2 (1) Qoros 3 (1) RX (1) RX7 (1) Raridade (1) Romi (1) Romi Isetta (1) S18 (1) S90 (1) SL (1) SLK (1) SP2 (1) SX4 (1) SXC (1) Santa Fe (1) Scirocco (1) Scudo (1) Scénic (1) Smart (1) Smart forfour (1) Sonata (1) Spin (1) Ssangyong (1) Sunny (1) Série 5 (1) Série 6 (1) Série 7 (1) T-Roc (1) T8 (1) Talisman (1) Tata (1) Tempra (1) Tempra Pick-up (1) Tesla (1) Teste de Consumo (1) Tiida (1) Toledo (1) Toronado (1) Touareg (1) Tourneo (1) Toyota Corolla (1) Trailblazer (1) Trax (1) Tucson (1) Utilitário do Ano 2012 (1) V60 (1) Vale a Pena? (1) Vario (1) Vedette (1) Veloster (1) Veraneio (1) Versailles (1) Vezel (1) Viaggio (1) Vision C (1) Volkswagen GOLF (1) Volkswagen Gol Comfortline 1.0 (1) Vídeos (1) X-ChangE (1) XF (1) XIV-2 (1) Yamaha XT 600Z Ténéré (1) Yamaha YBR 250 Fazer (1) Yaris (1) Z4 (1) Zest (1) Zoe (1) ix35 (1) recall (1)