Pesquisar este blog

Carregando...

quarta-feira, 30 de outubro de 2013

LANÇAMENTO INTERNACIONAL - CHERY TIGGO


TEXTO: GUSTAVO DO CARMO | FOTOS: DIVULGAÇÃO

Além de ter ficado em último no comparativo do Guscar entre utilitários esportivos compactos, publicado na semana passada, o chinês Chery Tiggo também está desatualizado, como já foi dito no texto. A prova está aqui, com a nova geração do modelo, que lá na China chega à quinta geração com um novo porte: agora ele é médio e tem 4,50m de comprimento e tem 2,51m de distância entre-eixos.

quinta-feira, 24 de outubro de 2013

COMPARATIVO - SUVs COMPACTOS

TEXTO: GUSTAVO DO CARMO | FOTOS: DIVULGAÇÃO
DADOS DE TESTE: REVISTAS CARRO E QUATRO RODAS (TRACKER) 


O segmento dos utilitários esportivos pequenos pode ser comparado àqueles povoados desertos que, com o passar dos anos, vão sendo urbanizados. Com estilo de um verdadeiro SUV, o Ford Ecosport foi o primeiro morador, em 2003, depois de se afastar do "bairro" das peruas, picapes, minivans médias e hatches pequenos com aparência de off-road.

Anos depois, ele ouviu um ruído e viu que chegou um novo "vizinho": o Citroën Aircross, em 2010. Com contornos arredondados e mais cara de minivan do que de SUV, não tinha a mínima intenção de ser educado, mas nem incomodou, pois vende em média apenas 820 unidades contra quase 6 mil do Ford. Preocupação mesmo o Eco ganhou quando chegou, em 2011, outro francês: o Renault Duster, que apesar de rústico era mais moderno. Este sim lhe trouxe dor de cabeça, a ponto de obrigá-lo a mudar de carroceria e se tornar um cosmopolita. 

O povoado já não está mais deserto. A estrada foi pavimentada recentemente com a chegada do que pode ser o vizinho mais desagradável que o Ecosport já teve: o Chevrolet Tracker, importado do México. Por enquanto só a versão mais cara do Ford, a Titanium 2.0 com transmissão automatizada Powershift será perturbada, pois o Tracker veio apenas na versão LTZ com câmbio automático e motor 1.8. A possível LT com câmbio manual e motor 1.6 deve chegar somente no ano que vem. 

Duas vezes desafiado pelo Duster aqui no Guscar, a participação do Ecosport deixou de ser um simples frente-a-frente para se tornar um comparativo grande, como o segmento de SUVs compactos se tornou. Era para eu reunir apenas os quatro principais (Ford Ecosport Titanium 2.0 Powershift, Chevrolet Tracker 1.8 LTZ, Renault Duster Tech Road 2.0 e Citroën Aircros Exclusive 1.6), mas chamei também os chineses derivados do antigo Toyota RAV4: Chery Tiggo 2.0 (recém-renovado) e Lifan X60 1.8 (recém-chegado). 

sábado, 12 de outubro de 2013

LANÇAMENTO - CHEVROLET TRACKER

TEXTO: GUSTAVO DO CARMO | FOTOS: DIVULGAÇÃO


Mesmo reestilizado, o Ford Ecosport, que neste ano completou uma década de produção, já não tem mais sossego. Não bastasse a ofensiva do Citroën Aircross, do Renault Duster, do velho Hyundai Tucson e dos chineses Chery Tiggo e Lifan X60, o primeiro utilitário esportivo pequeno de carroceria própria ganhou o que pode ser o seu maior rival: o Chevrolet Tracker.

Mas a briga, por enquanto, será tímida e só deve esquentar no ano que vem, pois o Tracker chegou do México somente na versão LTZ, com motor Ecotec Flex 1.8 16v tração dianteira e um único pacote de opcionais, composto por airbags laterais e de cortina e teto solar elétrico, que aumenta o preço do carro para R$ 75.490. O modelo básico é anunciado por R$ 71.990. 

terça-feira, 8 de outubro de 2013

LANÇAMENTO - CITROËN C4 LOUNGE


TEXTO: GUSTAVO DO CARMO | FOTOS: DIVULGAÇÃO


O Citroën C4 Pallas foi lançado em 2007 como a grande aposta da marca francesa no segmento de sedãs médios, considerado no Brasil mais importante que os hatches. Aliás, não é só aqui. O Pallas surgiu na China, onde era chamado de C-Triomphe, e depois foi vendido na Rússia, dois mercados emergentes que também são fãs dos carros de três volumes. Por isso, chegou importado da Argentina antes do hatch de quatro portas, que demorou a beça para vir.

Na época, o Pallas venceu até um comparativo do Guscar contra o Chevrolet Vectra, Honda Civic e Nissan Sentra. Porém, em 2010, foi apresentada na Europa a segunda geração da linha C4. Como se já estivesse informado, o consumidor brasileiro começou a rejeitar o sedã e ele ficou esquecido no mercado.

C4 Pallas

Seis anos depois a história começa a se repetir. O C4 reestilizado, depois de longa espera, chega na versão sedã, que nasceu na China (onde é chamado de C4L), já é fabricado na Rússia, mas vem importado para nós da Argentina.

No Brasil, o três volumes do novo C4 também mudou de nome. Agora é chamado de C4 Lounge e já está à venda a partir de R$ 60 mil.

segunda-feira, 7 de outubro de 2013

LANÇAMENTO - VOLKSWAGEN GOLF VII GTI 2.0


TEXTO: GUSTAVO DO CARMO | FOTOS: DIVULGAÇÃO

O renovadíssimo Golf também chegou ao Brasil na versão GTI, a partir de R$ 94.990. A sigla é sagrada na Volkswagen, tanto na Europa quanto aqui.

domingo, 6 de outubro de 2013

LANÇAMENTO - VOLKSWAGEN GOLF VII HIGHLINE 1.4

TEXTO: GUSTAVO DO CARMO | FOTOS: DIVULGAÇÃO 


Se este texto tivesse música, seria aquele famoso canto gregoriano: Aleluia! Aleluia! Sim, ele veio, ele veio! Estou falando do Golf na nova geração, a sétima mundial e... apenas a terceira a ser oferecida em nosso país tupiniquim. 

Depois de quinze anos e um face-lift de gosto duvidoso em 2007, o hatch médio da Volkswagen vendido no Brasil enfim mudou radicalmente. A quarta geração, que chegou importada da Alemanha e em pouco mais de seis meses passou a ser fabricada em São José dos Pinhais, no Paraná, junto com a primeira versão do Audi A3, era quase uma cápsula do tempo. Do tempo em que os airbags frontais ainda eram "a" novidade e o must eram o ar condicionado digital e o CD Player com iluminação azul. 

Por causa da má vontade e ganância pela relação "custo de produção x lucro" das montadoras estrangeiras que atuam em nosso país, a quinta e a sexta geração foram especuladas, mas nunca vieram. E exatamente um ano e um mês depois de eu ter apresentado, aqui no Guscar, as suas primeiras fotos (justamente no dia do meu aniversário), o Golf VII já está à venda no país, a partir de R$ 67.990. 

quarta-feira, 2 de outubro de 2013

HISTÓRIA - ESPECIAL ELES SÃO 10! - VOLKSWAGEN FOX

TEXTO: GUSTAVO DO CARMO | FOTOS: DIVULGAÇÃO


Fechando a série Eles são 10!, que desde julho vem contando a história de quatro compactos nacionais que completaram 10 anos de produção em 2013, o Volkswagen Fox é o único que continua basicamente com a mesma carroceria desde o lançamento. Só mudou a frente e o interior em 2009.