Pesquisar este blog

Carregando...

domingo, 28 de julho de 2013

HISTÓRIA - ESPECIAL ELES SÃO 10! - HONDA FIT 10 ANOS


TEXTO: GUSTAVO DO CARMO | FOTOS: DIVULGAÇÃO (A MAIORIA)


No Japão, ele já tem a idade de um famoso whisky engarrafado (12 anos). No Brasil, contudo, o Honda Fit está completando uma década. Ele foi a primeira investida da montadora japonesa no segmento de compactos em nosso país, decidida um ano depois de seu lançamento por lá. E é o segundo modelo da Honda fabricado na unidade de Sumaré (SP). O primeiro é o sedã médio Civic, desde 1997.

domingo, 21 de julho de 2013

LANÇAMENTO INTERNACIONAL - HONDA FIT


TEXTO: GUSTAVO DO CARMO | FOTOS: DIVULGAÇÃO 


No Japão, o Honda Fit foi lançado em 2001. No Brasil, entretanto, a divulgação das imagens da sua terceira geração não deixa de ser um presente de aniversário pelos 10 anos do lançamento do monovolume compacto por aqui (contarei a história dele no próximo post), onde deve chegar no final do ano que vem. 

sábado, 20 de julho de 2013

PRÉ-ESTREIA INTERNACIONAL - DATSUN GO

TEXTO: GUSTAVO DO CARMO | FOTOS: DIVULGAÇÃO 


A Datsun foi criada em 1931, como porta de entrada para quem pretendia comprar o seu primeiro automóvel no Japão. Mas foi nos Estados Unidos e com uma série de cupês esportivos terminados em Z que a marca ficou famosa nos anos 70, pois representava a Nissan no país norte-americano. 

Trinta anos depois da sua extinção, a Datsun foi reativada pelo agora grupo Renault-Nissan. Recomeça novamente oferecendo carros mais baratos, mas o seu foco no século XXI será nos mercados emergentes, como Índia, Indonésia, África do Sul e Colômbia. O primeiro modelo foi apresentado na última semana: o Go. 

EM BREVE NO BRASIL - RENAULT CAPTUR

TEXTO: GUSTAVO DO CARMO | FOTOS: DIVULGAÇÃO

É duro não ter informações privilegiadas como alguns jornalistas. Contrariando o que eu disse no post "Baba, Brasil" em fevereiro, o Captur, novo crossover compacto da Renault, vem sim para o Brasil. Chega no ano que vem, posicionado em um segmento mais luxuoso que o irmão mais pobre Duster, fabricado no Paraná. Vai concorrer com as versões mais caras do Ford Ecosport, Chevrolet Tracker (que também vem mesmo em outubro) e Peugeot 2008. Ou seja, vai custar caro, na faixa dos 70 mil reais. Já o utilitário da Dacia vai disputar mercado com o Citroën Aircross e os Ecosport mais baratos. 

sexta-feira, 19 de julho de 2013

LANÇAMENTO - HONDA ACCORD 2014


TEXTO: GUSTAVO DO CARMO | FOTOS: DIVULGAÇÃO


No mercado, o Honda Accord nunca teve o mesmo prestígio de um Mercedes, um Audi, um BMW ou de um Volvo. Mas, historicamente, representa muito para a Honda no Brasil. O Accord foi o primeiro automóvel da marca japonesa a ser importado para cá, em 1991, ainda na quarta geração.

Agora em julho, a nona geração do segundo maior sedã com o emblema Honda (abaixo do Legend, vendido aqui nos anos 90 e nunca mais importado) chegou às concessionárias brasileiras em duas versões de equipamentos (ambas chamadas EX) , diferenciadas pelos motores: um de quatro cilindros 2.4 e outro V6 3.5.

domingo, 14 de julho de 2013

HISTÓRIA - ESPECIAL ELES SÃO 10! - FORD ECOSPORT 10 ANOS

TEXTO: GUSTAVO DO CARMO | FOTOS: DIVULGAÇÃO


Quase que as nossas ruas tiveram na paisagem um Fusion que não era o sedã como hoje conhecemos, mas uma estranha perua alta e familiar. Mas alguém do departamento de marketing da Ford se lembrou de que somos americanos, que o brasileiro adora um utilitário esportivo e vislumbrou a chance de inaugurar um novo segmento: o de SUVs compactos.

Assim, o estranho Fusion - utilitário derivado da geração de 2002 do hatch Fiesta, lançado no Brasil naquele ano, que também seria fabricado na recém-inaugurada fábrica de Camaçari, na Bahia (seria no Rio Grande do Sul, mas o então governador gaúcho Olívio Dutra vetou) - foi redesenhado nos Estados Unidos (terra natal de um utilitário grandão que também fez sucesso por aqui, o Explorer) e adotou o nome Ecosport (seguindo um padrão de nomes começados com E para utilitários esportivos, que também tem o Escape, que em breve também chegará com o nome de Kuga). Fez sucesso, tornou-se líder de vendas entre os utilitários (incluindo picapes) e, aos dez anos de idade, está ganhando o mundo.

HISTÓRIA - ESPECIAL ELES SÃO 10!


TEXTO: GUSTAVO DO CARMO | FOTOS: DIVULGAÇÃO 


Em 2013, quatro compactos nacionais que criaram tendência no mercado brasileiro estão completando 10 anos: o utilitário esportivo Ford Ecosport (fabricado na Bahia), o monovolume Honda Fit (em São Paulo), o premium Citroën C3 (Rio de Janeiro) e o espaçoso Volkswagen Fox (primeiro Paraná e atualmente também em São Paulo. A perua Spacefox vem da Argentina). 

O Ecosport proporcionou o acesso dos brasileiros à valentia, espaço interno e posição de dirigir elevada dos utilitários esportivos. Fez a Fiat Palio Weekend Adventure praticamente ser esquecida. Quem achou o Ford muito bruto e pesado com o estepe vulnerável na tampa traseira, optou pelo Honda Fit, que se destacava, na primeira geração, pelo rebatimento dos assentos do banco traseiro. Por falar em espaço, quem achou os dois muito grandes comprou o Fox, que é um hatch alto e espaçoso. Alguns não abriram mão da aventura e da roda sobressalente indiscreta, mas não queriam um carro grande. Escolheram o Crossfox, que virou até música. E quem achou o Fox muito pobre e até masculino demais, adquiriu o Citroën C3, que não foi o primeiro compacto premium, mas é referência no segmento. O Volkswagen Polo está desatualizado desde 2009,  as vendas do New Fiesta são misturadas com as do velho Rocam e Fiat Punto e Chevrolet Sonic ainda não emplacaram. Sua única ameaça é o primo Peugeot 208. 

Três destes quatro modelos já estão na segunda geração, sendo que o Honda vai chegar à terceira no final do ano e no Brasil no ano que vem. O Ford e o Volkswagen são projetos brasileiros, mas enquanto o novo Ecosport ainda vai ser vendido na Europa, importado da Índia, o Fox não se adaptou ao exigente mercado europeu e ficou recluso no Brasil, após receber várias críticas. Com interior e frente reformulados, deu a volta por cima por aqui, chegando a assumir a vice-liderança de vendas. Ainda com a carroceria original de 2003, aguarda o seu sucessor. Se a segunda geração do Fit chegou rapidamente ao nosso país (apenas um ano), a do C3 demorou três anos e ainda veio com interior mais simples. 

Começando pelo Ecosport, contei a história dos quatro compactos nacionais. Eis a lista. Pois eles são 10! Dez anos.

Ford Ecosport

Honda Fit

Citroën C3

Volkswagen Fox


quarta-feira, 10 de julho de 2013

ESPECIAL CROSSOVERS - NO MERCADO - CHERY TIGGO E LIFAN X60


TEXTO: GUSTAVO DO CARMO | FOTOS: DIVULGAÇÃO


A quarta geração do japonês Toyota RAV4 acabou de chegar ao Brasil, mas a sua segunda carroceria permanece viva em dois crossovers chineses recém-lançados no país. Um fez a sua estreia e outro foi reestilizado parcialmente. Estou falando, respectivamente, do Lifan X60 e do Chery Tiggo.

domingo, 7 de julho de 2013

LANÇAMENTO - FORD NEW FIESTA SEDAN 2014

TEXTO: GUSTAVO DO CARMO | FOTOS: DIVULGAÇÃO


O Ford New Fiesta Sedan - que agora tem a frente ao estilo Aston Martin, seguindo o irmão hatch e o luxuoso Fusion - pode ser chamado de "O carro do por enquanto". Por enquanto, ele continua vindo importado do México. Só será fabricado em São Bernardo do Campo (SP) se tiver retorno comercial. 

Para isso vai ter que enfrentar Chevrolet Sonic, Fiat Grand Siena, Hyundai HB20S, Honda City e Nissan Versa. Daí a reestilização para dar mais vigor contra os concorrentes. 

sexta-feira, 5 de julho de 2013

HISTÓRIA - DODGE 1800/POLARA 40 ANOS




TEXTO: GUSTAVO DO CARMO | FOTOS: DIVULGAÇÃO
FONTE DE CONSULTA: BEST CARS WEBSITE

Em 1967 a Chrysler comprou a Simca e aqui no Brasil substituiu o famoso Chambord pelo 'moderno' Esplanada. Dois anos depois a montadora norte-americana extinguiu a marca francesa e lançou no país a sua outra marca, a Dodge, com o enorme Dart, de 4,96m de comprimento e motor V8.

Fez muito sucesso, mas a Chrysler queria conquistar outros mercados e, parecendo estar se preparando para a crise do petróleo que se desenhava naquela época, procurou um modelo mais compacto e econômico. Começava a nascer o Polara.

O primeiro carro compacto da Chrysler fabricado no Brasil foi apresentado no Salão do Automóvel de 1972 e chegou ao mercado em abril de 1973, ainda com o nome de Dodge 1800, que era a cilindrada do seu motor de 78 cavalos.

terça-feira, 2 de julho de 2013

COMPARATIVO - HONDA CR-V x KIA SPORTAGE x TOYOTA RAV4

TEXTO: GUSTAVO DO CARMO | FOTOS: DIVULGAÇÃO
DADOS DE TESTE: REVISTA QUATRO RODAS


Férias de julho. Muita gente aproveita este recesso tanto quanto no verão. Alguns tiram as suas férias do trabalho neste mês exatamente para viajarem com os filhos, que não têm aulas na escola.

O destino preferido são as cidades serranas, como Petrópolis, no Rio, ou Campos do Jordão, em São Paulo. Alguns vão mais longe e por caminhos difíceis, atravessando estradas de terra. Um bom utilitário com tração nas quatro rodas e muito espaço interno para a família e as respectivas bagagens é o mais apropriado. No primeiro comparativo do segundo semestre de 2013 apresento três utilitários esportivos médios que podem satisfazer esta necessidade. 

Todos são comparados pela primeira vez no Guscar, mas o japonês Toyota RAV4 é o mais novo no mercado (chegou apenas há pouco mais de um mês). A intenção era desafiá-lo com o seu maior rival histórico, o conterrâneo Honda CR-V - importado do México, que agora tem motor bicombustível no Brasil - e dois sul-coreanos do mesmo grupo fabricante, mas de importadores diferentes e rivais: o Kia Sportage e o Hyundai ix35, líder do mercado. Acontece que este último vai ficar de fora porque a CAOA, seu importador, não informa corretamente a sua lista de equipamentos e sequer o preço no seu site. Quando procurada, não retorna. Assim, temos apenas três crossovers, como são chamados os veículos entre o fora de estrada e o passeio.