Pesquisar este blog

Carregando...

segunda-feira, 27 de agosto de 2012

HISTÓRIA EM MINIATURA - BMW 507

Texto e Fotos: Gustavo do Carmo


Idealizado por sugestão do austríaco Max Hoffman, exportador de modelos europeus para os Estados Unidos, o BMW 507 é lembrado mais pelas suas belas linhas sinuosas do que pelas vendas. Hoffman queria que o 507 custasse na faixa de 5 mil dólares, mas o roadster que atendeu ao seu pedido chegou ao mercado norte-americano em 1957, com preço de US$ 9 mil.

Também disponível na Europa, o BMW 507 tinha 4,38m de comprimento, 1,65m de largura e 2,47m de distância entre-eixos. O chassi, projetado por Fritz Friedler, era tubular e a carroceria feita de alumínio. Exclusivamente aberto, tinha capota de lona manual de série. Um teto rígido removível era oferecido como opcional, assim como uma cobertura do habitáculo, que deixava apenas o banco do motorista à mostra. 

quinta-feira, 23 de agosto de 2012

SONHO DE CONSUMO- HYUNDAI EQUUS

Texto: Gustavo do Carmo
Fotos: Divulgação


Faltou palavras para a Hyundai-CAOA enaltecer o Equus. É que a importadora da marca sul-coreana no Brasil, com o seu costume de criar frases superlativas em suas propagandas, já comparou o quase top Genesis com o Rolls-Royce só por causa de compartilharem o sistema de som.

Agora que o Equus, de fato, o verdadeiro top de linha da Hyundai e que também tem o som da Lexicon Logic 7.1 da autoritária marca britânica, chegou ao país, a importadora repete que o Equus vai concorrer com os mais sofisticados modelos da Rolls-Royce. Mas os verdadeiros concorrentes serão o BMW 750i, Mercedes Classe S500 e Lexus LS460.

terça-feira, 21 de agosto de 2012

LANÇAMENTO INTERNACIONAL - NOVO RANGE ROVER

Texto: Gustavo do Carmo
Fotos: Divulgação
Texto atualizado em 08/09/2012


Só os mais atentos notaram que o revolucionário crossover compacto Land Rover Evoque é chamado de Range Rover, ensaiando uma família chefiada pelo veterano utilitário de luxo lançado em 1970. Mas era de se esperar que o seu estilo ousado fosse inspirar outros modelos da marca inglesa, hoje pertencente à indiana Tata.

E a inspiração já está sendo usada no próprio Range Rover "pai", que chega à sua quarta geração precisando se modernizar para enfrentar o luxo de rivais alemães como Audi Q7, BMW X5 e Mercedes ML.

quinta-feira, 16 de agosto de 2012

EM BREVE NO BRASIL - CHEVROLET TRAX / ENJOY

Texto: Gustavo do Carmo
Fotos: Divulgação


No segmento de utilitários esportivos compactos, as primeiras trilhas brasileiras foram desbravadas pelo vistoso quebra-mato da perua Fiat Palio Weekend Adventure em 1999, mesmo ela não tendo tração 4x4. Mais preparado, mas ainda sem transmissão integral, o Ford Ecosport abriu de vez a trilha. Vieram em seguida os Suzuki Ignis e SX4, o Citroën Aircross e, mais recentemente, o Renault Duster. Este ano, o próprio Ecosport foi inteiramente reestilizado. 

O próximo a entrar nesta estrada já pavimentada é o Chevrolet Trax, utilitário menor que o Captiva (e que pode substituí-lo) e também um projeto mundial, como o irmão mais velho. Ele também será vendido na Europa como Chevrolet e até terá apresentação no Salão de Paris, a partir do dia 27 de setembro. Mas será como Opel Mokka que a chamada plataforma Global Compact Crossover deve fazer mais sucesso no Velho Continente. Nos Estados Unidos, ele se chamará Buick Encore. 

terça-feira, 14 de agosto de 2012

LANÇAMENTO - PEUGEOT 308 CC

Texto: Gustavo do Carmo
Fotos: Divulgação 



Matéria atualizada. Originalmente publicada em 16/07/2012 às 01:09

Mesmo não tendo um mercado convidativo para os carros conversíveis, ao contrário do seu clima ensolarado na maior parte do ano, o Brasil continua recebendo novos modelos em que é possível remover a capota. E, obviamente, continuam sendo caros e luxuosos.

O mais novo deles, o Peugeot 308 CC (ou Coupé Cabriolet), já está à venda por R$ 129.990, mil reais a menos que o cupê de teto de vidro ondulado RCZ, que é praticamente o mesmo carro.

LANÇAMENTO - NOVO CITROËN C3

Texto: Gustavo do Carmo
Fotos: Divulgação 


Foram nove anos conquistando as mulheres, que compraram 60% da sua produção. Agora, na segunda geração, o compacto premium Citroën C3, o primeiro compacto da marca francesa fabricado no Brasil, quer agradar também aos homens. 

As formas arredondadas, com o teto arqueado, ainda estão presentes, para continuar agradando às mulheres. Detalhes externos, como faróis, grade, para-choques, linha de cintura, rodas e lanternas foram modernizados e ganharam traços esportivos para conquistar os homens. Já o para-brisa panorâmico, chamado Zenith, que se estende até um terço do teto, pretende arrebatar ambos os sexos. 

sexta-feira, 10 de agosto de 2012

COMPARATIVO - SPIN x JAC J6 x GRAND LIVINA

Texto: Gustavo do Carmo
Fotos: Divulgação


Assim como as peruas, as minivans também andam meio esquecidas no mercado brasileiro. Mesmo assim, a JAC Motors e a Chevrolet, nos últimos 12 meses, vêm apostando no segmento. E ainda disponibilizam sete lugares como opção para levar toda a família.

No ano passado, a chinesa JAC começou a importar a J6, com carroceria única, mas cobrando a mais por dois bancos extras na chamada versão Diamond. Mesma estratégia a Chevrolet adotou para o seu mais novo modelo, neste ano de importantes lançamentos que 2012 tem sido para a marca.

Ela começou a vender, no início deste mês a Spin, fabricada em São Caetano do Sul para substituir, de uma tacada só, a Meriva (que tinha cinco lugares) e a Zafira (de sete). Dentro do Brasil, a Spín representa uma evolução para a Meriva, mas um retrocesso para a Zafira. Mas basta ver a nova geração europeia da minivan compacta que a sensação de evolução também vai embora. A Chevrolet reservou os cinco lugares para a versão LT e os sete para a LTZ.

O leque de opções de modelos para sete passageiros no mercado brasileiro também tem os Fiat Doblò e Freemont, a Dodge Journey (matriz deste último), o Citroën C4 Grand Picasso, o Kia Carens e a Nissan Grand Livina, fora os modelos ainda maiores e caros. O Doblò está bem velho. Freemont e Journey são crossovers, o Citroën também custa mais de 80 mil reais e a Carens,70 mil, além de estar prestes a ser substituída. 

Entre estes, o concorrente que mais se aproxima, em porte e preço, de J6 e Spin é a Grand Livina, que passou por um discreto face-lift em março. Diferentemente das rivais, sua versão de sete assentos é maior em comprimento do que a de cinco (4,42m contra 4,18m). Até a terceira janela lateral é mais longa. Por isso que ela se chama Grand. No entanto, a distância entre-eixos é a mesma, de 2,60m. E será o modelo da Nissan que vai completar o trio deste comparativo entre opções na faixa de 50 mil reais. Pena que para o modelo da JAC pode ser o último comparativo com a aparência atual, pois na China ele já foi reestilizado e deve chegar ao Brasil no ano que vem. Fica a referência para o mercado de usados.

sábado, 4 de agosto de 2012

LANÇAMENTO - VOLKSWAGEN GOL E VOYAGE 2013.2

Texto: Gustavo do Carmo
Fotos: Divulgação


A mania das montadoras de antecipar o ano seguinte logo no começo do corrente criou um problema. Mesmo sabendo que o Gol e o Voyage seriam reestilizados em poucos meses, a Volkswagen lançou a linha 2013 do compacto com a frente antiga em março. Resultado: a frente nova já está à venda e é a segunda linha para o ano que vem ainda em 2012. Assim, melhor chamarmos o novo Gol de linha 2013.2, de segundo semestre, como nas monografias de faculdade.