Definition List

sábado, 4 de agosto de 2012

LANÇAMENTO - VOLKSWAGEN GOL E VOYAGE 2013.2

Texto: Gustavo do Carmo
Fotos: Divulgação


A mania das montadoras de antecipar o ano seguinte logo no começo do corrente criou um problema. Mesmo sabendo que o Gol e o Voyage seriam reestilizados em poucos meses, a Volkswagen lançou a linha 2013 do compacto com a frente antiga em março. Resultado: a frente nova já está à venda e é a segunda linha para o ano que vem ainda em 2012. Assim, melhor chamarmos o novo Gol de linha 2013.2, de segundo semestre, como nas monografias de faculdade.



Ao contrário do ensino superior, onde ninguém é obrigado a usar uniforme, o Gol e o Voyage passaram a usá-lo. A frente de faróis de máscara escura com filete de falsos leds, grade preta horizontal e para-choque com entrada de ar também plana segue o mesmo estilo do Fox, Polo, Jetta, Passat, Tiguan e Touareg. Só faltam a picape Saveiro (que vai ganhar a sua no final do ano), o Golf IV e a Kombi usarem (não dá ideia, Gustavo!). 

Não podemos negar que a nova frente deu uma aparência mais esportiva e sofisticada ao Gol e ao Voyage. No entanto, o resto do carro é quase o mesmo. Quase porque também houve mudanças. Perceptíveis, mas bem discretas. Na traseira, por exemplo, a tampa do Gol ganhou um inchaço entre uma lanterna e outra. Estas, aliás, ganharam um novo recorte e foram adicionados novos refletores, que ficam em formato de L quando acesos. O resultado ficou próximo ao que se vê no novo Polo europeu. 

O Polo europeu. Acime, o Gol

A diferença da traseira do Voyage é bem mais visível: as lanternas foram achatadas e ganharam um aplique na tampa do porta-malas, criando o efeito horizontal. A intenção foi dar um ar de Jetta para o compacto, mas ele ficou mais parecido com o Fiat Grand Siena, principalmente por causa da parte branca das novas lentes.


No interior, mais modificações discretas que só consegui notar comparando com o modelo antigo. Foram substituídos os botões do ar condicionado, as saídas de ar ficaram menos destacadas do painel e ganharam novas tampas, o console central ganhou máscara em preto brilhante nas versões mais completas (ou black-piano, como virou moda falar), entrada de CD, display e comandos do som integrados (quando equipado com ele). No quadro de instrumentos, a iluminação agora é em LED branca, mas o cluster do I-System passa a ter letras vermelhas, assim como a do console central.


Entre os equipamentos, a primeira novidade é a inclusão de vidros elétricos dianteiros, travamento central, abertura interna da tampa do porta-malas e banco do motorista com regulagem de altura já no pacote básico. O Gol traz ainda limpador, lavador e desembaçador do vidro traseiro com temporizador. O sensor de estacionamento tem representação gráfica do carro visto de cima e barras de aproximação no display do rádio, além do sinal sonoro. A linha também ganhou o sistema que alerta sobre freadas bruscas (o mesmo ESS visto no Fiat Punto), mas exclusivo da versão 1.6. 
Por falar nos motores, eles permanecem sendo o 1.0 e o 1.6 VHT. Este último não mudou quase nada, a não ser nas válvulas, molas e retentores, além da aplicação de carbono nas saias dos pistões. Tudo para reduzir o atrito interno. Sua potência continua com 101 cavalos com gasolina e 104 cv com álcool. O 1.0 mudou de nome e agora se chama TEC (Tecnologia para Economia de Combustível). Além da redução do atrito, ganhou novo coletor de admissão, central eletrônica mais rápida e com maior capacidade de memória, bicos injetores mais eficientes, sistema de ignição com uma bobina para cada vela e novo sistema de partida a frio multiponto. A potência também permanece com 72 cavalos a gasolina e 76 cv a álcool, mas o torque aumentou em 3%: 9,7 kgfm para gasolina e 10,6 kgfm para 3.850 rpm. 

O câmbio manual continua com cinco marchas. A transmissão automatizada I-Motion é exclusiva da versão 1.6 e tem opção de mudança de marcha através de borboletas no volante. Já o pacote Bluemotion Technology, que promete reduzir o consumo em até 8%, está disponível somente para o Gol 1.0. Nem o Voyage tem.

O Bluemotion tem pneus "verdes" nas medidas 175/70 R14, com menor resistência à rolagem, e indicador digital de consumo instantâneo de combustível. O pacote traz ainda indicador digital de marcha ideal a ser utilizada.

As versões foram distribuídas em 1.0 e 1.6 básicos, 1.6 básico com câmbio I-Motion, Gol Power 1.6 manual (R$ 38.290) ou I-Motion (R$ 40.890) e Voyage 1.6 Comfortline manual (R$ 40.890) ou I-Motion (R$ 43.490). O Gol mais barato custa R$ 27.990, quase noventa reais mais caro que a "linha 2013 antiga". Já o Voyage sai por R$ 29.990. A versão básica 1.6 destes dois sai por R$ 31.890 e R$ 34.590, respectivamente. Com o I-Motion o preço sobe para R$ 34.490 e R$ 37.190. O ar condicionado e o CD Player com MP3 e entradas USB são opcionais em todas as versões, do Gol 1.0 básico ao Voyage Comfortline 1.6 I-Motion.

Esta nova frente visa manter o Gol por mais alguns anos na liderança do mercado, onde está há mais de 25. Quem sabe não chega aos 30? Apesar das três décadas de experiência (com uma interrupção de 12 anos para o sedã), Gol e Voyage são os calouros na turma da frente padrão Volkswagen. Pena que a linha 2013 tenha repetido de ano. 


FICHA TÉCNICA - VOLKSWAGEN GOL 1.0 TEC

Motor: Quatro cilindros, transversal, flex, 999 cm³, 8 válvulas
Potência: 72 cv (gasolina) e 76 cv (álcool)
Aceleração de 0 a 100 km/h: 13,4 (gasolina) e 12,9 segundos (álcool)
Velocidade máxima: 163 (gasolina) e 165 km/h (álcool)
Consumo: 8,2 km/l (cidade) e 12,6 km/litro (estrada) - Quatro Rodas, com álcool
Comprimento/largura/altura/entre-eixos: 3,89/1,65/1,46/2,46 m
Porta-malas: 285 litros
Tanque: 55 litros
Preço: R$ 27.990


FICHA TÉCNICA - VOLKSWAGEN VOYAGE 1.0 TEC

Motor: Quatro cilindros, transversal, flex, 999 cm³, 8 válvulas
Potência: 72 cv (gasolina) e 76 cv (álcool)
Aceleração de 0 a 100 km/h: 13,6 (gasolina) e 13,1 segundos (álcool)
Velocidade máxima: 165 (gasolina) e 167 km/h (álcool)
Consumo: não disponível
Comprimento/largura/altura/entre-eixos: 4,21/1,65/1,46/2,46 m
Porta-malas: 480 litros
Tanque: 55 litros
Preço: R$ 29.990


FICHA TÉCNICA - VOLKSWAGEN GOL POWER 1.6 VHT

Motor: Quatro cilindros, transversal, flex, 1.598 cm³, 8 válvulas
Potência: 101 cv (gasolina) e 104 cv (álcool)
Aceleração de 0 a 100 km/h: 10,1 (gasolina) e 9,8 segundos (álcool)
Velocidade máxima: 188 (gasolina) e 190 km/h (álcool)
Consumo: 7,6 km/l (cidade) e 10,3 km/litro (estrada) - Quatro Rodas, com álcool
Preços: R$ 38.290 (manual) e R$ 40.890 (I-Motion)


FICHA TÉCNICA - VOLKSWAGEN VOYAGE COMFORTLINE 1.6 VHT

Motor: Quatro cilindros, transversal, flex, 1.598 cm³, 8 válvulas
Potência: 101 cv (gasolina) e 104 cv (álcool)
Aceleração de 0 a 100 km/h: 10,1 (gasolina) e 9,8 segundos (álcool)
Velocidade máxima: 189 (gasolina) e 191 km/h (álcool)
Consumo: não disponível
Preços: R$ 40.890 (manual) e R$ 43.490 (I-Motion)

Nenhum comentário: